carnaval de ofertas

Chefs se desdobram para montar ceia de Natal para clientes e para as próprias famílias: 'Preparado com carinho'


Clientes podem montar os kits conforme a necessidade. Veja dicas de como marinar o frango antes de assar. Chef de cozinha se desdobra para montar ceia de Natal para outras famílias Em época de Natal, famílias correm contra o tempo para dar conta do preparativo para a ceia natalina, mas outras preferem terceirar o trabalho e contratar cozinheiros que montam e vendem kits prontos. Uma chef de mão cheia que garante a ceia de famílias é a curitibana Carmen Cattani, de 73 anos. Este ano ela vai preparar 30 encomendas. Para tudo dar certo, ela conta com a ajudinha da filha e do genro. ✅ Siga o canal do g1 PR no WhatsApp ✅ Siga o canal do g1 PR no Telegram "Eu imagino na mesa da pessoa. A família reunida comendo e saboreando o cardápio que é preparado com tanto carinho", disse. No cardápio para a data, estão pratos incluindo frango de festa, leitão à pururuca, tender, pernil de cordeiro, além de salada, arroz e sobremesa. Segredo: conheça tempero especial para marinar carne de frango Carmen conta que monta o kit dependendo da necessidade do cliente, entendendo antes como a pessoa vai querer a preparação e o que mais vai agradar. As entregas dela ocorrem das 12h às 20h, no dia 24 de dezembro. Após este horário, Carmen se dedica a montar a ceia dela em casa, reunida com a família. "Todos participam e gostam de um prato separado, geralmente o peru é preparado, mas, às vezes, um cordeiro porque gosto muito. No dia seguinte, é na casa da minha filha, mas não dá para enjoar, tudo é muito cheiroso", falou. Após perder a mãe, Juliana de Barros Bley Galli, encomenda ceia de Natal todo ano. Juliana de Barros Bley Galli junto com a família reunida no Natal de 2022 Arquivo pessoal A advogada disse que faz encomenda desde 2016 e a ceia é tradição entre a família dela. Neste ano, fez pedido para atender 37 pessoas. Para ela, o Natal com a mesa recheada e com pratos variados ao lado da família tem significado único: "amor". "Para não terminar a tradição em casa, eu passei a encomendar a ceia da dona Carmen. Ela prepara com todo carinho. Eu fico bem tranquila", disse. Tempero com muito amor Carmen Cattani, de 73 anos, ao lado do forno à lena Arquivo pessoal Carmen relembra que o amor por cozinhar surgiu na infância, por meio da mãe e da avó. Anos depois, fundou um restaurante rural, onde se especializou no dote culinário. Quando a pandemia da Covid-19 surgiu, ela viu a necessidade de atender os clientes também por encomenda, em combos prontos. "As pessoas começaram ter a necessidade de fazer encomendas. Comecei pelas feijoadas, os assados e, consequentemente, as ceias, além de datas especiais como o Dia das Mães", falou. De acordo com a chef, o diferencial nos assados é o uso do fogão à lenha, que deixa a carne mais "dourada" e "suculenta", além dos temperos naturais utilizados para finalizar os pratos. Prato feito pela Carmen Cattani, de 73 anos. Arquivo pessoal O preparo também exige dedicação antecipada. Este ano, Carmen se juntou com a família para definir o cardápio. Depois, veio a compra dos alimentos e das madeiras para por no fogão. Em seguida começou a fase de divulgação das opções. "Tenho meus fornecedores específicos e produtos naturais. Deixo as carnes marinando por trinta horas. É tudo organizado", contou. Sete anos compartilhando experiências Coinheiro curitibano preparando quitutes de natal Arquivo pessoal Quem também se vira nos 30 para atender a clientela é o chef curitibano Willian Mafra, de 41 anos. Ele trabalha com a mãe e o esposo há sete anos em uma cozinha da família. Todos os anos, eles têm filas de pedidos -- e todos são atendidos. "Estamos com 65 encomendas. É uma correria, mas conseguimos atender a demanda", falou. O segredo especial na comida, segundo ele, é o afeto. "Chega nessa época do ano, o afeto é mais presente. Somos mais receptivos para receber o afeto e para doar o afeto", disse. Entre os pratos servidos por Willian está polenta, panceta, salpicão, costela suína e acompanhamentos, além de sobremesas saborosas. Tempero para marinar aves A chef Carmen revelou o segredo para deixar a carne de aves, como frango, ainda mais saborosa com temperos naturais. Veja abaixo. Para a preparação, todos os ingredientes devem ser amassados ou picados "rusticamente", com um socador. Alho 2 dentes Cebola 1 unidade média Sálvia 4 folhas Pimenta-preta 6 bolinhas Vinho branco seco 1 xícara Louro 3 folhas Água 1 xícara Óleo 1/2 xícara Preparação Primeiro é colocar a ave dentro de um saco plástico próprio para uso culinário ou refratário com todos os temperos e fechar. Depois, colocar na geladeira por no mínimo 8h e virar pelo menos 3 vezes. Na sequência, forrar a forma com alumínio ou untar. Com a carne pronta, rechear com farofa de preferência, amarrar as pernas com barbante para evitar que a farofa saia. Após, acomodar a ave sem o molho do marinado na forma, colocar 2 colheres de manteiga no peito e um tomate ao meio para evitar grudar no alumínio. Cobrir com o alumínio e deixar uma fresta aberta para o ar sair. Depois, só levar para forno pré-aquecido a 180° por cerca de 1h30 (é necessário ir monitorando). Por último, retirar o alumínio, jogar o caldo que fica no fundo da forma na ave toda e deixar dourar. Mais assistidos do g1 PR Leia mais notícias em g1 Paraná.

source https://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2023/12/24/chefs-se-desdobram-para-montar-ceia-de-natal-para-clientes-e-para-as-proprias-familias-preparado-com-carinho.ghtml
Postagem Anterior Próxima Postagem