".

VÍDEO: Produtor que colheu abacaxi 'desengoçado' no ES prova a fruta


O produtor rural Josias de Lima Menini colheu um abacaxi com formato desengonçado na comunidade de Córrego do Parado, em Águia Branca, no Noroeste do Espírito Santo. Produtor prova abacaxi com formato desengonçado que foi colhido no ES O produtor rural Josias de Lima Menini, que colheu um abacaxi com formato desengonçado na comunidade de Córrego do Parado, em Águia Branca, no Noroeste do Espírito Santo, cortou e comeu um pedaço da fruta no final da tarde deste sábado (23) e disse ao g1 como foi a experiência. Compartilhe no WhatsApp Compartilhe no Telegram "Deus me livre, estava delicioso! Estava doce. Eu só tirei um pedaço porque todo mundo quer que corte, mas muita gente quer ver a fruta ainda. Aí fiz esse vídeo, mas vou esperar algumas pessoas verem pra acreditar", disse o produtor rural. Produtor prova abacaxi diferentão colhido no ES Reprodução De acordo com o produtor, outras pessoas também experimentaram a fruta, como o filho e os sobrinhos. "Estava mais cristalizado, mais fibroso mesmo. Ainda, sim, estava doce. Não tão doce como as demais frutas que também foram colhidas, mas ainda estava bem saboroso", comentou. Josias colheu o abacaxi na manhã de sexta-feira (22) na propriedade do cunhado, que é vizinho de onde ele mora. A fruta tem cerca de 40 centímetros, pesa 4.795 quilos e, segundo o produtor, algumas pessoas disseram que parecia um tapete devido ao formato desengonçado. Produtor corta e prova abacaxi diferentão colhido no ES Arquivo pessoal Após postar a foto da fruta nas redes sociais, o produtor disse que muita gente ficou curiosa e outras pessoas nem acreditaram. "Tem gente que agora tá pedindo a graminha de cima, que é a coroa pra fazer uma muda. Mas agora eu vou congelar para outras pessoas verem", comentou. 📲 Clique aqui para seguir o canal do g1 ES no WhatsApp Mutação genética Abacaxi em formato diferente colhido no ES pode ter sofrido uma mutação genética Arquivo pessoal De acordo com o pesquisador do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) José Aires Ventura, o formato diferente do abacaxi trata-se de uma mutação genética da fruta. "Trata-se de uma fasciação do abacaxi. Essa mutação é influenciada por vários fatores, principalmente a temperatura. Com a temperatura muito alta, causa da proliferação de coroas da fruta, que vão se abrindo em formato de leque", disse. O pesquisador, que é fitopatologista especialista no desenvolvimento de abacaxis, disse que não é possível identificar a variedade da fruta só pela imagens. Apesar disso, Aires explicou que variedade de abacaxi predominante no estado é o pérola, comum em Marataízes, no Sul do estado. Abacaxi em formato diferente chama atenção de moradores de Águia Branca, no Noroeste do ES Arquivo pessoal "O pérola é mais resistente. Mas aqui no estado também temos o Smooth Cayenne, que é aquele que era plantado antigamente. Esse é mais sensível", disse. Apesar do formato diferente, o pesquisador disse ainda que não há problema em comer a fruta. "Ela só vai estar mais fibrosa. O abacaxi normal tem uma coroa só. Ao invés de uma, esse tem dezenas e as coroas são todas abertas. Além disso, ela não tem açúcar. Mas não tem problema comer", explicou o pesquisador. O especialista disse ainda que o formato da fruta é utilizado para enfeitar mesas de Natal. "Fica bonito para enfeitar as mesas natalinas. Ocorre com maior frequência nesta época do ano quando a temperatura é mais elevada durante a formação do fruto", finalizou. Vídeos: tudo sobre o Espírito Santo Veja o plantão de últimas notícias do g1 Espírito Santo

source https://g1.globo.com/es/espirito-santo/noticia/2023/12/24/video-produtor-que-colheu-abacaxi-desengocado-no-es-prova-a-fruta.ghtml
Postagem Anterior Próxima Postagem

Ads

Facebook