'Esse troço de matar é uma barbaridade, mas eu acho que tem de ser': podcast revela áudios inéditos de ex-presidente da ditadura militar


Sessenta anos após o golpe militar de 1964, 'A ditadura recontada' recuperou com uso da Inteligência Artificial registros históricos produzidos pelo jornalista Elio Gaspari durante presidência do general Ernesto Geisel. Nos 60 anos do golpe militar no Brasil, podcast usa a inteligência artificial para recuperar declarações dos generais da ditadura Nos 60 anos do golpe militar no Brasil, o podcast "A ditadura recontada" traz áudios inéditos do ex-presidente Ernesto Geisel, com quem o jornalista Elio Gaspari mantinha encontros gravados. Alguns dos registros históricos produzidos por Gaspari foram recuperados com ajuda da Inteligência Artificial. No dia 31 de março de 1964, os militares tiraram do poder o então presidente João Goulart e se mantiveram no comando do país até 1985, um período marcado pelo aumento da repressão, pela censura e perseguição a opositores do regime. Em um dos áudios revelados, o general Geisel, que governou o país entre 1974 e 1979, fala mal de outro ex-presidente. "Era preguiçoso, tava doente, era diabético, sofria do coração e não sei o quê", disse Geisel sobre o general Arthur da Costa e Silva, que ficou no poder entre 1967 e 1969. Em outro, ele afirmou que "uma ditadura que permanece muito tempo se deteriora". A produção tem como base a coleção "Ditadura", uma série de cinco livros do jornalista Elio Gaspari. Os volumes cobrem desde os tempos turbulentos que levaram ao golpe de 1964, contra o presidente João Goulart, até o fim do regime fardado, em 1985. Gaspari pesquisou o tema por quarenta anos e juntou um acervo valioso. Entre 1979 e 1996, Gaspari e Geisel tinham encontros periódicos. As conversas dos últimos dois anos do período foram gravadas e formam boa parte do acervo pesquisado para o podcast. "A ideia era justamente coletar esse material, esses arquivos, atas, bilhetes, textos, documentos que ele [Gaspari] tem com ele [Geisel]", afirmou Helena Dias, pesquisadora do podcast. O podcast é produto de dois anos de trabalho, entre recuperação de áudios e outros documentos, e foi produzido pela rádio CBN para o Globoplay. "A gente vai bem na linha dos livros, da coleção do Elio Gaspari. Eles montaram a ditadura militar brasileira e em determinado momento resolveram que a ditadura deveria ser desmontada", disse a jornalista Ana Maria Straube, roteirista do podcast. "A gente gostaria de falar com pessoas que estão conhecendo mais sobre ditadura agora. A gente queria que as pessoas realmente se emocionassem ouvindo e sentissem o clima de tensão. É também um podcast com a ideia de que as pessoas curtam ouvir e se envolvam", completa Ana. O podcast está disponível no site da CBN e no Globoplay. O primeiro dos seis episódios já está no ar e toda semana tem um novo. Uso de Inteligência Artificial As gravações da época do regime militar eram feitas de maneira precária, e nem sempre o som está bom. Para os tornar viáveis para o podcast, a tecnologia de Inteligência Artificial foi utilizada. "Foi aí que surgiu essa ferramenta de Inteligência Artificial que eu usei. A gente precisa chegar num tom parecido. A gente precisa chegar numa expressão parecida com a expressão original. Acho que dá uma riqueza para o podcast que de fato só a Inteligência Artificial poderia proporcionar", comentou a editora de áudio Bárbara Falcão. Entre os áudios recuperados, estão uma fala de Geisel sobre a repressão do regime militar contra os movimentos armados de esquerda: "Porque antigamente, você prendia o sujeito e o sujeito ia lá para fora. Esse troço de matar é uma barbaridade, mas eu acho que tem de ser", disse o general. Coleção "Ditadura" Elio Gaspari também teve acesso às gravações que Geisel fazia em seu gabinete, desde quando foi escolhido pra ser presidente, e durante o exercício da presidência. Também estão com o jornalista muitos registros em áudio e anotações meticulosas, tudo feito ao longo dos anos pelo então capitão Heitor de Aquino Ferreira, que era o secretário particular do general Golbery do Couto e Silva. "E que ele guardava na garagem de uma das casas do Golbery, nos arredores de Brasília. Uma vez que essa garagem infestou de mofo, ele muito preocupado com esse acervo, com esse arquivo, enviou tudo que tinha para o Elio", explicou Helena. O general Golbery, chefe do capitão Heitor, foi ministro da Casa Civil do governo Geisel e uma espécie de guia intelectual do regime militar --do início ao fim. "A ditadura recontada" é um podcast sobre a Ditadura Militar no Brasil produzido pela CBN para o Globoplay. Reprodução/Fantástico Ouça os podcasts do Fantástico ISSO É FANTÁSTICO O podcast Isso É Fantástico está disponível no g1, Globoplay, Deezer, Spotify, Google Podcasts, Apple Podcasts e Amazon Music trazendo grandes reportagens, investigações e histórias fascinantes em podcast com o selo de jornalismo do Fantástico: profundidade, contexto e informação. Siga, curta ou assine o Isso É Fantástico no seu tocador de podcasts favorito. Todo domingo tem um episódio novo. PRAZER, RENATA O podcast 'Prazer, Renata' está disponível no g1, no Globoplay, no Deezer, no Spotify, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, na Amazon Music ou no seu aplicativo favorito. Siga, assine e curta o 'Prazer, Renata' na sua plataforma preferida. BICHOS NA ESCUTA O podcast 'Bichos Na Escuta' está disponível no g1, no Globoplay, no Deezer, no Spotify, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, na Amazon Music ou no seu aplicativo favorito.

source https://g1.globo.com/fantastico/noticia/2024/03/31/esse-troco-de-matar-e-uma-barbaridade-mas-eu-acho-que-tem-de-ser-podcast-revela-audios-ineditos-de-ex-presidente-da-ditadura-militar.ghtml
Close Menu