Oito mulheres acusadas de bruxaria morrem envenenadas em Guiné-Bissau


Caso aconteceu após a morte repentina de duas jovens. Outras 21 pessoas precisaram ser hospitalizadas após beberem bebida envenenada, segundo as autoridades. Bandeira da Guiné-Bissau, em imagem de arquivo Schalk Van Zuydam/AP Oito mulheres acusadas de bruxaria morreram envenenadas no norte de Guiné-Bissau, informaram as autoridades nesta quinta-feira (22). O caso aconteceu após a morte repentina de duas jovens que estavam doentes. Segundo as autoridades, depois que as jovens morreram, diversos moradores foram acusados de atos de bruxaria. Um curandeiro da região teria feito os acusados de bruxaria tomarem uma bebida envenenada. Depois disso, oito mulheres morreram e outras 21 pessoas precisaram ser hospitalizadas. As vítimas foram encaminhadas para um hospital de São Domingos, segundo o subprefeito da cidade, Carlos Sanha. "É uma prática que tem se tornado recorrente nesta região", declarou Sanha à AFP. "Vamos tomar decisões para pôr fim a esta prática digna dos tempos ancestrais", afirmou. "É triste e inaceitável que, em pleno século XXI, se tolerem essas práticas", acrescentou. Em 2021, durante a Covid-19, quatro pessoas morreram em condições similares nesta mesma região, já que os moradores acreditavam que a epidemia provocada pelo vírus era resultado de atos de bruxaria.

source https://g1.globo.com/mundo/noticia/2024/02/23/oito-mulheres-acusadas-de-bruxaria-morrem-envenenadas-em-guine-bissau.ghtml
Close Menu