carnaval de ofertas

Com cortejos de blocos e shows de Alceu Valença e Nação Zumbi, Olinda abre o carnaval ao som do frevo


Multidão lotou Polo Erasto Vasconcelos, na Praça do Carmo, na noite desta quinta-feira (8). Alceu Valença faz show de abertura do carnaval de Olinda na Praça do Carmo Artur Ferraz/g1 É carnaval em Olinda. A Marim dos Caetés abriu as portas para a folia de 2024 nesta quinta-feira (8), com uma multidão acompanhando desfiles de agremiações e orquestras de frevo. Na Praça do Carmo, foliões lotaram o Polo Erasto Vasconcelos, onde o encerramento da noite ficou por conta de Alceu Valença e Nação Zumbi. "Salve Olinda, salve o frevo, o cabelinho, salve o maracatu", bradou Alceu no início do show. ✅ Clique aqui para seguir o canal do g1 PE no WhatsApp. Na plateia, os fãs não paravam de vibrar com os sucessos do artista. "Carnaval só é dado 'play' quando vejo Alceu Valença. É uma referência muito forte para mim", disse a professora de matemática Aretha Sales, que mora em Bonsucesso, em Olinda, e vai à abertura do carnaval todo ano. Desde a tarde, várias pessoas aguardavam nos Quatro Cantos a saudação do Homem da Meia-Noite, do Lord de Olinda, da Pitombeira dos Quatro Cantos e do Cariri Olindense, Patrimônios Vivos de Pernambuco. Muitos turistas apreciaram o frevo e o maracatu, à espera da abertura da programação. O casal José Moreno, de 30 anos, natural da Espanha, e Sandino Lamarca, de 29 anos, de Serra Talhada, no Agreste pernambucano, moram em Brasília e vieram curtir o carnaval de Olinda. Esta é a terceira vez de Moreno no carnaval de Olinda. Ele ressaltou que as expectativas sempre são altas. José Moreno e Sandino Lamarca vieram pela terceira vez para curtir o carnaval de Olinda Alice Albuquerque/g1 "Espero que seja pelo menos igual ao do ano passado, quando teve a retomada do pós-pandemia, porque foi sensacional. O clima estava maravilhoso, com um astral sensacional. Não estamos hospedados em Olinda, mas estamos aqui desde de manhã, só sairemos à noite e vamos vir todos os dias", disse. Já Lamarca contou ter perdido as contas de quantas vezes já veio para o carnaval de Olinda. Para ele, "é uma das melhores experiências". "O carnaval de Olinda é o motivo da nossa vinda, não vou nem para Serra Talhada desta vez [ver a família]. Na Semana Santa eu vou para lá, mas agora o foco é o carnaval de Olinda". Também foi possível ver a criatividade dos foliões. O adestrador de cães Pablo Malveira compareceu fantasiado de mímico, com uma placa "Todo corno gosta de ler placas de carnaval", que utiliza há 18 carnavais. Pablo Malveira se fantasiou de mímico para assistir ao primeiro dia de shows no carnaval de Olinda Artur Ferraz/g1 "Antes eu fazia o trabalho de sombra, imitando o jeito do povo na rua. Aí eu encontrei um pedacinho de papelão e escrevi, fiquei naquela de colocar alguma coisa", contou o folião, que mora em Olinda. Outras folionas que circularam pela Cidade Alta foram comadres Fernanda Santos e Laíde Santos, que fizeram até estandartes para os filhos, Arthur, de 6 anos, e Jean, de 9 anos. "É o dia todinho [falando de] carnaval. Eu e minha prima tivemos a ideia de fazer [os estandartes]", contou Fernanda. Fernanda e Laíde Santos, com os filhos Arthur e Jean, no carnaval de Olinda Artur Ferraz/g1 A estudante Ana Carolina Roriz, de 21 anos, lamentou que não vai conseguir conhecer o carnaval de Olinda. "Vim a passeio com a minha família e vamos para [a praia dos] Carneiros, mas antes viemos conhecer Olinda. Não sabemos ainda se vamos ficar para a abertura [do carnaval], porque estamos com uma criança pequena. Tenho algumas expectativas sobre o carnaval daqui porque é muito comentado e gostaria muito de ir para as festas e para as ruas também", afirmou. Apesar do clima de euforia no polo principal, a noite também foi marcada pela violência. Um homem morreu e outro ficou ferido após serem baleados na Rua Prudente de Moraes, a poucos metros da festa. O caso é investigado pela polícia. Cortejos de agremiações O evento começou por volta das 17h, com o tradicional cortejo de agremiações, conduzido pelos blocos Homem da Meia-Noite, Elefante de Olinda, Pitombeira dos Quatro Cantos e Cariri Olindense, que andaram pelas ladeiras dos Quatro Cantos até o Polo Erasto de Vasconcelos, no Carmo. Além do cortejo dos blocos, houve um desfile de brincantes, organizado pelo governo de Pernambuco, com o Galo da Madrugada e o Clube de Bonecos Zé Pereira e Vitalina, os primeiros bonecos gigantes do estado, criados no início do século 20, em Belém do São Francisco, no Sertão. A abertura contou com a presença da governadora Raquel Lyra (PSDB). "É muito bom ver o quanto a nossa cultura popular, a riqueza cultural de Pernambuco, tem atraído cada vez mais turistas e trazido uma energia diferente para o nosso estado", declarou. Já o prefeito de Olinda, Professor Lupércio (PSD), afirmou que os preparativos para a festa começaram há seis meses, no início do período das prévias carnavalescas. "É bem peculiar a cidade porque, desde o dia 7 de setembro, com a abertura do verão, já começam as movimentações no Sítio Histórico. Mas o carnaval está abrindo hoje aqui e, até o dia 12 [de fevereiro], vai ser essa pisada de marcha", disse o prefeito. Comerciantes otimistas O Sítio Histórico de Olinda está tomado por comerciantes e ambulantes que esperam aproveitar para aproveitar a alta movimentação de pessoas durante o carnaval. Bastante conhecido em Olinda, Bob, empreendedor e dono das barracas de bebidas disse que espera vendas melhores neste ano. “Estamos esperando melhores vendas no carnaval deste ano, o patrocínio está muito bom e estamos sendo bem acolhidos. Há mais de 30 anos no ramo, tenho muitos clientes que bebem comigo há 15, 19, 20 anos, e a maioria é de fora daqui de Pernambuco. São da Europa, do Rio de Janeiro, de São Paulo, da Bahia, e sempre me procuram. Atualmente tenho três pontos de Bob Esponja aqui em Olinda e todos eles são ponto de encontro das pessoas. Começamos a funcionar hoje e vamos até a Quarta-feira de Cinzas". David Carvalho, que trabalha na lanchonete Aconchego da Sebastiana, afirmou que a expectativa para a movimentação neste ano é boa. "Esse ano nós estamos esperando vender mais do que no ano passado. Começamos a funcionar ontem, mas estamos há mais de 30 anos no mesmo local", disse. VÍDEOS: mais vistos de Pernambuco nos últimos 7 dias

source https://g1.globo.com/pe/pernambuco/noticia/2024/02/09/com-cortejos-de-blocos-e-shows-de-nacao-zumbi-e-alceu-valenca-olinda-abre-o-carnaval-ao-som-do-frevo.ghtml
Postagem Anterior Próxima Postagem