carnaval de ofertas

Antigas escolas públicas estão na lista de mais de 100 prédios históricos abandonados em Manaus

No Centro Histórico de Manaus, a situação de prédios fechados e sem utilização já se tornou habitual, uma vez que a região concentra a maioria dos mais de 100 prédios abandonados em Manaus, segundo dados do Implurb. Prédios abandonados em Manaus representam risco à segurança O prédio que abrigava a Escola Estadual Euclides da Cunha, localizado no bairro Cachoeirinha, Zona Sul de Manaus, está abandonado. O edifício é um dos mais de 100 prédios abandonados em Manaus, de acordo com o Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb). Além da instituição, o antigo prédio da Escola Saldanha Marinho, que também estava abandonado, agora foi cedido à Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam) que, segundo a Secretaria de Administração e Gestão, será transformado em uma unidade de doação de sangue e de realização de exames laboratoriais. Já a Escola Estadual Euclides da Cunha, conforme a Secretaria de Educação, está em reforma e as obras estão previstas para serem concluídas até o fim do ano. No Centro Histórico de Manaus, a situação de prédios fechados e sem utilização já se tornou habitual, uma vez que a região concentra a maioria dos mais de 100 prédios abandonados em Manaus, segundo dados do Implurb. Atualmente, a capital possui diversas construções residenciais que nunca chegaram a ser concluídas em várias zonas da cidade. Em 2016, o Ministério Público do Amazonas ajuizou Ação Civil Pública a respeito. No documento, o MPAM solicitou da Prefeitura de Manaus soluções para os problemas de imóveis abandonados na cidade. À época, o promotor de justiça Paulo Stélio Sabbá Guimarães, informou que a ação foi ajuizada com o objetivo de dar um destino social aos edifícios abandonados. “Entramos com esta ação civil pública para obrigar o município, primeiro, a identificar esses locais abandonados, pedi que o município fizesse a fiscalização para se ter um controle de todos esses imóveis abandonados. A ação visa identificar esses imóveis e fazer com que o Município dê a eles a devida destinação social”, destacou. Conforme o Implurb, a maioria dos prédios abandonados em Manaus é de propriedade particular e a responsabilidade em relação a esses imóveis é dos proprietários. Vídeos mais assistidos do Amazonas

source https://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2024/01/31/antigas-escolas-publicas-estao-na-lista-de-100-predios-historicos-abandonados-em-manaus.ghtml
Postagem Anterior Próxima Postagem