carnaval de ofertas

Inadimplência recua pelo terceiro mês seguido, aponta levantamento


Agora, são 66,25 milhões inadimplentes. E o valor médio das dívidas aumentou para R$ 4.322,39. Inadimplência recua pelo terceiro mês seguido Os brasileiros estão numa situação melhor em relação ao pagamento de dívidas, mas ainda tem muita gente inadimplente. O levantamento realizado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas e pelo Serviço de Proteção ao Crédito aponta que em outubro 40,49% da população adulta do país estava inadimplente. Esse foi o terceiro mês seguido de queda desse indicador. Agora, são 66,25 milhões inadimplentes. E o valor médio das dívidas aumentou para R$ 4.322,39. Os dados foram analisados nas capitais e interior de todos os 26 estados e Distrito Federal. De acordo com a especialista Merula Borges, a queda nesse número deve continuar. “A gente tem pesquisa dizendo que isso geralmente tira o sono dos brasileiros. Então agora, quando tem uma oportunidade de melhoria de renda, de mais emprego e uma situação de juros melhor, de inflação um pouco melhor, ele aproveita realmente para sair da inadimplência para colocar as contas em dia”, afirma. Inadimplência recua pelo terceiro mês seguido, aponta levantamento Reprodução/TV Globo Faixa etária O levantamento também mostrou um recorte por faixa etária. A maior parte dos devedores em outubro tinha entre 30 e 39 anos - ou seja, 23,78% dos inadimplentes. A coordenadora financeira e administrativa na Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas aponta o que fazer pra sair do buraco: "Procurar alternativas seguras em primeiro lugar, a gente tá aí com o programa Desenrola que pode tirar várias pessoas e ter boas propostas, mas fazer um levantamento completo daquilo que deve; não tentar pagar um cartão de crédito com o outro, essa alternativa não é boa; procurar ajuda se necessário; tem órgãos como o próprio Procon dentro das cidades que ajudam as pessoas a colocar as contas em dia; e, depois de fazer esse levantamento completo, fazer boas negociações de acordo com aquilo que a pessoa consegue pagar”, destaca.

source https://g1.globo.com/jornal-da-globo/noticia/2023/11/11/inadimplencia-recua-pelo-terceiro-mes-seguido-aponta-levantamento.ghtml
Postagem Anterior Próxima Postagem