carnaval de ofertas

Ao morrer aos 68 anos, Elizangela deixa discografia com três singles, um EP e um hit em 1978


Capa do primeiro single de Elizangela (1954 – 2023), lançado em 1978 com a música 'Pertinho de você, um dos hits daquele ano Ivan Klingen ♪ OBITUÁRIO – É fato que Elizangela do Amaral Vergueiro (11 de dezembro de 1954 – 3 de novembro de 2023) será sempre mais lembrada como atriz de novelas. Contudo, quem ouvia rádio em 1978 certamente deve lembrar que um dos maiores sucessos daquele ano foi Pertinho de você, música de Hugo Belardi. Balada pop romântica, formatada com arranjo dançante para surfar na onda da disco music que chegara ao Brasil naquele ano de 1978, Pertinho de você era o lado B do single que marcou a estreia de Elizangela como cantora, contratada pela gravadora RCA Victor. Mas quase ninguém ouviu a música do lado A, Ele ou você, de autoria de Lígia Lane. Pertinho de você estourou nas rádios, foi parar nos programas de TV e fez o disco de estreia de Elizangela vender mais de 100 cópias – marca que garantiu um Disco de Ouro para a cantora debutante, àquela altura uma atriz já famosa por conta de novelas como Locomotivas (Globo, 1977). Morta ontem, 3 de novembro, aos 68 anos, em decorrência de parada cardiorrespiratória sofrida no município fluminense de Guapimirim (RJ), onde morava, Elizangela deixa discografia que contabiliza três singles, um EP e um único grande sucesso. Não, a cantora nunca mais bisou o sucesso de Pertinho de você. Em 1979, no embalo do estouro do primeiro disco, Elizangela lançou um segundo single com Esperando você – música do mesmo compositor de Pertinho de você, Hugo Belardi, também produtor musical e arranjador – e com Coisas do amor, parceria de Mariozinho Rocha e Renato Côrrea incluída na trilha sonora da novela Marrom glacê (Globo, 1979). As quatro músicas dos dois singles foram reunidas em EP lançado no mesmo ano de 1979. Como Elizangela não emplacou um segundo grande sucesso, a gravadora RCA deixou de investir na cantora. Ainda assim, um terceiro e derradeiro single foi editado em 1981 com as músicas Lembra de nós dois (Dom Beto e Reina) e Vou te amar sempre assim, versão em português, escrita por Paulo Coelho, da canção I'm devoted to you (Russ Ballard). O single de 1981 encerrou a carreira de cantora de Elizangela, que voltou a se dedicar somente ao oficio de atriz. No entanto, por conta do estouro de Pertinho de você, o nome de Elizangela jamais pode ser apagado da história do pop brasileiro radiofônico dos anos 1970. Capa do primeiro e único EP de Elizangela (1954 – 2023), lançado em 1979 Divulgação

source https://g1.globo.com/pop-arte/musica/blog/mauro-ferreira/post/2023/11/04/ao-morrer-aos-68-anos-elizangela-deixa-discografia-com-tres-singles-um-ep-e-um-hit-em-1978.ghtml
Postagem Anterior Próxima Postagem