carnaval de ofertas

'Médica apalpava com força e mexia no braço como se não tivesse nada', diz mãe de criança que recebeu diagnóstico como 'pessoa fingindo ser doente'


Cibeli Rocha procurou a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Horizonte, na Grande Fortaleza, quando a filha se queixava de fortes dores no braço. No entanto, a médica anotou na filha da menina que ela estava fingindo a doença. Mãe de criança com fratura no braço conta sobre médica que afirmou que filha fingiu doença Cibeli Rocha, mãe da criança de sete anos que foi levada à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Horizonte, na Grande Fortaleza, com dores no braço e recebeu o diagóstico de "pessoa fingindo ser doente", revelou ao g1 que a médica "apalpava com força e mexia o braço da minha filha como se não tivesse nada". A criança, contudo, tinha uma rachadura no osso do braço e uma mancha no local. "Ela estava tão constrangida com o tom de voz da médica, que ela não falou nada", comentou sobre a reação da menina. LEIA TAMBÉM: Mãe denuncia médica que diagnosticou filha com dor no braço como 'pessoa fingindo ser doente' O caso aconteceu na noite de quinta (14). "Fazia uma semana que minha filha tinha machucado o braço quando brincava de pular na cama. Como não inchou, coloquei gelo e dei anti-inflamatório", conta. Mãe denuncia médica que diagnosticou filha com dor no braço como 'pessoa fingindo ser doente' Reprodução A mãe denunciou a situação e disse estar indignada. Na ocasião, após atendimento de uma segunda profissional, foi detectado que a criança tinha uma rachadura do osso do braço. "É revoltante. Minha filha já estava há sete dias sentindo dor no braço e, quando foi atendida pela médica, a médica simplesmente colocou no CID que minha filha estava fingindo estar doente. A segunda médica pediu Raio-X e foi constatado que minha filha está com uma fratura no osso e tem uma mancha. A médica também me pediu uma ressonância", disse Cibeli em entrevista à TV Verdes Mares. Agora, as duas aguardam o resultado do laudo. A criança continua tomando analgésicos. Relembre Cibeli Rocha procurou a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Horizonte, na Grande Fortaleza, na noite de quinta (14), quando a filha se queixava de fortes dores no braço. Até que as dores ficaram mais fortes, e a criança dizia já não mais suportar. A mãe relata que a criança não conseguia erguer o próprio braço, mas o membro era erguido quando puxado pela médica. "Diante disso, ela disse que minha não tinha nada, e eu questionei que ela tinha dito diagnosticado só no olho, sem pedir nem um raio-x", relata a mãe. Após exigir, a profissional de saúde encaminhou a criança para um raio x, com o registro de que a paciente estava fingindo uma doença. "Eu perguntei se era aquilo mesmo, se minha filha estava fingindo. Ela disse 'sim, estava'; e eu respondi, 'pois tudo bem, eu só queria ouvir isso da sua boca'." Denúncia na delegacia Mesmo com o diagnóstico, a mãe não acreditava que a filha fingia dor, já que ela relatava fortes dores há dias. "Ela não queria atestado pra faltar aula nem trabalho, é uma criança com dor, ela não iria fingir isso", defende. Ela registrou boletim de ocorrência contra a médica na Delegacia Municipal de Horizonte e em seguida retornou à UPA, exigindo ser atendida por outra profissional. "Fomos atendidos [no retorno] por uma ótima profissional. Fizemos um raio-x e foi detectado que ela tem uma rachadura no osso e uma mancha, que estão suspeitando que é um tumor", diz a Cibeli Rocha. Em nota, a Prefeitura de Horizonte lamentou o ocorrido e informou que a UPA é gerida pelo Instituto Gestão e Cidadania (ICG) e que a médica denunciada não era uma profissional fixa do município. A prefeitura também afirma que solicitou ao ICG para não escalar mais a médica para atender na UPA, de modo a "assegurar que a confiança da comunidade no sistema de saúde seja restaurada". Ainda conforme a administração do município, a criança vai passar por uma consulta com especialista no Hospital Albert Sabin, em Fortaleza, e "está recebendo toda assistência necessária por parte do município". Assista aos vídeos mais vistos do Ceará:

source https://g1.globo.com/ce/ceara/noticia/2023/09/19/medica-apalpava-com-forca-e-mexia-no-braco-como-se-nao-tivesse-nada-diz-mae-de-crianca-que-recebeu-diagnostico-como-pessoa-fingindo-ser-doente.ghtml
Postagem Anterior Próxima Postagem