Bolsonaro teve encontro fora da agenda com Campos Neto em dia de reunião do Copom, apontam e-mails

Agenda confidencial consta em mensagens enviadas pela Ajudância de Ordens do ex-presidente. Em nota, Banco Central disse que regras não impedem encontro com autoridade pública em dia de Copom. O ex-presidente Jair Bolsonaro teve um encontro fora da agenda oficial com o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, em dia de reunião do Comitê de Política Monetária (Copom). O encontro ocorreu no dia 4 de maio do ano passado e foi registrado pela Ajudância de Ordens do ex-presidente. A informação foi publicada inicialmente pelo site Metrópoles. O g1 também teve acesso aos registros sobre o encontro. E-mails trocados pelos ajudantes de ordens de Bolsonaro estão sob poder da CPI dos Atos Golpistas. Mensagens enviadas pelo ex-ajudante de ordens Mauro Cid aos colegas tinham o título de "agenda confidencial". Uma dessas mensagens se referia à reunião com o presidente do BC. As reuniões do Copom, das quais diretores do BC e Campos Neto fazem parte, têm uma regra chamada de "período de silêncio". Segundo essa regra, os participantes do Copom, na semana que antecede a reunião do órgão até o dia da publicação da ata com o resultado do encontro, não podem: "emitir declaração sobre Assuntos do Copom em discursos, entrevistas à imprensa e encontros com pessoas que possam ter interesse nas decisões do Copom, incluindo regulados, economistas, investidores, analistas de mercado e empresários". Em nota, o Banco Central afirmou que "nenhum tema relativo ao Copom foi tratado durante o referido encontro" com Bolsonaro. O banco também ressaltou que "as regras do período de silêncio do Copom não vedam reuniões com agentes públicos, como pode ser visto na Resolução BCB nº 61/2021 e no regulamento". Por fim, o BC informou que o encontro com Bolsonaro naquele dia não constou em agenda oficial por uma "falha operacional". Na reunião do dia 4 de maio de 2022, o Copom subiu a taxa básica de juros de 11,75% ao ano para 12,75% ao ano. É atribuição do Copom decidir o valor da Selic (a taxa básica da economia). Em termos gerais, se percebe que é preciso controlar a inflação, o Copom sobe a taxa. Nota do BC Veja a íntegra da nota do Banco Central: "Nenhum tema relativo ao Copom foi tratado durante o referido encontro. As regras do período de silêncio do Copom não vedam reuniões com agentes públicos, como pode ser visto na Resolução BCB nº 61/2021 e no regulamento: https://ift.tt/roUCMXb. A informação sobre a reunião não constou da agenda por uma falha operacional."

source https://g1.globo.com/politica/noticia/2023/08/10/bolsonaro-teve-encontro-fora-da-agenda-com-campos-neto-em-dia-de-reuniao-do-copom-apontam-e-mails.ghtml
Close Menu