Nenhum sobrevivente é encontrado após queda de avião que foi perseguido por caças nos EUA

Nenhum sobrevivente foi encontrado no local do acidente de um avião cujo piloto não respondeu enquanto voava perto da área de Washington, DC, nos Estados Unidos, no domingo (4), levando caças militares a tentar interceptar a aeronave antes que ela finalmente caísse, dizem as autoridades.

Os socorristas chegaram ao local no domingo à noite, cerca de quatro horas depois que as autoridades estaduais e locais iniciaram uma busca terrestre e aérea pela aeronave acidentada, disse a Polícia do Estado da Virgínia.

A polícia estadual afirmou que suspendeu as buscas e que identificará os passageiros do avião quando as informações estiverem disponíveis.

Os caças F-16 dos EUA causaram um estrondo sônico na região de Washington, no domingo, enquanto tentavam alcançar a aeronave que não respondia, disseram autoridades.

Uma autoridade dos EUA disse que os F-16 não abateram a aeronave e que é típico da Administração Federal de Aviação chamar os jatos se alguém estiver voando de forma insegura.

O piloto da aeronave civil não respondeu quando os caças F-16 tentaram fazer contato, de acordo com um comunicado de imprensa da Região de Comando de Defesa Aeroespacial da América do Norte Continental.

Detalhes da queda

Os jatos F-16 foram “autorizados a viajar em velocidades supersônicas”, o que resultou no estrondo sônico ouvido na área de Washington. Os F-16 usaram sinalizadores “na tentativa de chamar a atenção do piloto”, acrescentou o comunicado.

A aeronave civil, um Cessna 560 Citation V, foi interceptada pelos jatos Norad por volta das 15h20 e caiu perto da Floresta Nacional de George Washington, na Virgínia.

“O piloto não respondeu e o Cessna posteriormente caiu perto da Floresta Nacional de George Washington, na Virgínia”, disse o comunicado. “O Norad tentou estabelecer contato com o piloto até que a aeronave caiu.”

Quatro pessoas estavam a bordo da aeronave, que ultrapassou seu destino planejado em pouco mais de 500 quilômetros antes de cair, disseram fontes familiarizadas com a investigação.

Os esforços de busca ainda estavam em andamento pelas autoridades estaduais e locais na noite de domingo, disse a Polícia do Estado da Virgínia à CNN.

A polícia estadual foi notificada por volta das 15h50 de um possível acidente aéreo na região de Staunton/Blue Ridge Parkway, disse a agência.

O National Transportation Safety Board disse no Twitter que estava investigando o acidente. A agência disse que chegará ao local nesta segunda-feira (5) e iniciará “o processo de documentação da cena e exame da aeronave.”

Jato particular registrado para empresa da Flórida

O jato particular que caiu foi registrado pela Encore Motors de Melbourne, Inc., fora da Flórida, de acordo com os registros da Federal Aviation Administration (FAA).

Barbara Rumpel é a presidente da empresa. Quando contatado por telefone no domingo, seu marido, John Rumpel, disse à CNN que Barbara estava bem e que eles são donos da Encore. Eles não quiseram fazer mais comentários à CNN.

Em seu perfil no Facebook, Barbara comentou sobre uma postagem não relacionada de outras pessoas perguntando se ela estava no avião e enviando orações, escrevendo: “Minha família se foi, minha filha e neta”.

John Rumpel disse ao Washington Post que seus familiares, incluindo sua filha, um neto e sua babá, estavam a bordo. Ele disse ao The New York Times que a família estava voltando para casa em East Hampton, Nova York, depois de uma viagem de quatro dias para sua casa na Carolina do Norte, e acrescentou que sua neta tinha 2 anos.

Estrondo ouvido em toda a região

A aeronave militar causou um estrondo sônico ouvido em toda a região metropolitana de Washington, DC.

“Estamos cientes de relatos de comunidades em toda a região da capital nacional de um alto ‘boom’ esta tarde”, disse DC Homeland Security & Emergency Management no Twitter.

Não há ameaça neste momento, acrescentou a agência.

Anteriormente, a FAA disse em um comunicado que um Cessna Citation caiu no Sudoeste da Virgínia no domingo.

A aeronave decolou do Aeroporto Municipal de Elizabethton, em Elizabethton, Tennessee, com destino ao Aeroporto MacArthur de Long Island, em Nova York. A aeronave caiu em um terreno montanhoso em uma “área pouco povoada”, segundo a FAA.

Capitólio entrou brevemente em “alerta elevado”

O Complexo do Capitólio dos EUA foi colocado em “alerta elevado” quando a pequena aeronave voou perto da área na tarde de domingo, de acordo com um comunicado da Polícia do Capitólio dos EUA.

“Esta tarde, nossos funcionários estavam trabalhando em estreita colaboração com nossos parceiros federais para monitorar um piloto inconsciente que pilotava um avião perto da Região da Capital Nacional. O Complexo do Capitólio dos EUA foi brevemente colocado em alerta elevado até que o avião deixasse a área”, disse o comunicado.

O Serviço Secreto dos EUA disse que não alterou sua postura para manter o presidente Joe Biden seguro após o incidente. Biden estava jogando golfe no campo de Andrews Air Force Base, perto da Joint Base Andrews, em Maryland.

O incidente “não teve impacto no Serviço Secreto”, disse o porta-voz Anthony Guglielmi em comunicado no domingo.

O presidente foi informado sobre o incidente, de acordo com um funcionário da Casa Branca.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Nenhum sobrevivente é encontrado após queda de avião que foi perseguido por caças nos EUA no site CNN Brasil.



from CNN Brasil https://ift.tt/mIwpbUC
via IFTTT
Close Menu