".

Gustavo Mullem, 'guitar hero' da Bahia morto aos 72 anos, manteve acesa a chama do rock e a envergadura moral


♪ OBITUÁRIO – Estado associado ao samba e ao gênero rotulado como axé music, a Bahia também é celeiro de roqueiros. Salvador (BA) deu ao mundo Raul Seixas (1945 – 1989) e também o guitarrista e compositor Gustavo Mullem, este nascido em 7 de abril de 1952. Ao longo de 72 anos de vida encerrada com a morte do artista na segunda-feira, 27 de maio de 2024, Gustavo Mullen personificou espécie de guitar hero do rock da capital da Bahia, tendo sido inspiração para muitos jovens. Foi na cidade natal de Salvador (BA) que Mullem saiu de cena após ter influenciado tantos músicos roqueiros que não se afinavam com a estética tropical da música afro-pop-baiana. O artista estava internado no Hospital Aliança, travando batalha contra um câncer de pulmão. Como principal legado no rock do Brasil, Gustavo Mullem deixa a atuação na banda soteropolitana Camisa de Vênus, na qual foi guitarrista de 1980 – ano da criação do grupo fundado por Marcelo Nova – até 1987. Além de ter tocado guitarra neste período áureo da banda, que fazia rock virulento com flerte com o punk, Mullem assinou com Marcelo Nova boa parte do repertório do Camisa de Vênus, sendo que muitas músicas foram compostas pela dupla com a adesão de Karl Hummel. Mullem é coautor de Passatempo (1983), Pronto pro suicídio (1983), Eu não matei Joana D'Arc (1984), Ladrão de banco (1984), A ferro e fogo (1986), Deus me dê grana (1986), Mão católica (1986), Silvia (1986), Simca Chambord (1986), Só o fim (1986), Após calipso (1987) e Chamam isso rock'n'roll (1987), entre outras músicas. Após sair do grupo Camisa de Vênus, Gustavo Mullem permaneceu ao lado do amigo Marcelo Nova, integrando A Envergadura Moral, banda formada para acompanhar o vocalista em álbum solo lançado em 1988. Em 1989, Gustavo Mullem tocou no disco A panela do diabo, lançado naquele ano com a união de Marcelo Nova e Raul Seixas. O disco gerou show, no qual Mullen dividiu o palco com Raul Seixas, pioneiro roqueiro baiano que morreria naquele ano de 1989. Sempre em atividade, Gustavo Mullen gravou o single Dúvida com o filho, o baterista Luiz Mullem. A gravação foi lançada em dezembro de 2022. Dentro ou fora da banda Camisa de Vênus, Gustavo Mullen nunca deixou apagar a chama do rock'n'roll, também mantendo acesa a envergadura moral.

source https://g1.globo.com/pop-arte/musica/blog/mauro-ferreira/post/2024/06/01/gustavo-mullem-guitar-hero-da-bahia-morto-aos-72-anos-manteve-acesa-a-chama-do-rock-e-a-envergadura-moral.ghtml
Postagem Anterior Próxima Postagem

Ads

Facebook