Temporais no RS: em quatro dias, estado tem o triplo de chuvas, 10 mortes e alerta para mais inundações


Previsão para os próximos dias alerta para chuvas e cheias na Região Central e vales dos rios Taquari, Caí e Pardo. Governador Eduardo Leite reconheceu dificuldade em resgatar pessoas isolada; há 21 desaparecidos. Sobe para 10 número de mortos por enchentes no Rio Grande do Sul O volume de chuva que caiu sobre o Rio Grande do Sul nos últimos quatro dias equivale a três vezes a média para esta época do ano, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Os temporais deixaram 10 mortos e 21 desaparecidos, conforme a atualização mais recente da Defesa Civil, nesta quinta-feira (1º). 📲 Acesse o canal do g1 RS no WhatsApp Santa Maria, na Região Central do estado, foi a cidade com o maior volume de chuva em todo o estado nos últimos dias. Foram 436,2 milímetros, o triplo do normal para um mês, que é de 140 milímetros, aproximadamente, explica Marcelo Schneider, meteorologista do Inmet. O município já registrou uma morte. Inmet: 'Muita preocupação nas próximas 24h, 36h' A Climatempo projeta mais chuva, nesta quinta (2), para a região de Santa Maria, além dos vales dos rios Taquari, Caí e Pardo, Região Metropolitana, Serra, Norte e Noroeste. A previsão de instabilidade vai até domingo (5). VÍDEO: Casa é arrastada pela enchente em Putinga Após 15h sobre carro, homem é resgatado 'Não é afogada que eu vou morrer', diz arrastada por rio Candelária, no Vale do Rio Pardo Reprodução/RBS TV Em coletiva de imprensa, o governador do estado, Eduardo Leite (PSDB), relatou na noite dessa quarta (1º) dificuldade em resgatar quem esta isolado, principalmente na região de Santa Maria e nos vales (regiões em que os rios e os municípios são cercados por morros e elevações, dificultando o escoamento da água). Além da chuva, que persiste, o alto volume dos rios dificulta o deslocamento das equipes de busca. "Nós não teremos capacidade de fazer todos os resgates, porque está muito mais disperso nesse evento climático que a gente está vivenciando. E com dificuldades, porque ali as chuvas não cessam. O estado tem tido dificuldades para acessar as localidades", diz Leite. 'Nós não teremos capacidade de fazer todos os resgates', diz Leite sobre temporais no RS Em mapas divulgados pela Defesa Civil, é possível ver os municípios que devem ser mais atingidos pelas cheias dos rios nos próximos dias (confira a lista abaixo) e os rios, em roxo e vermelho, com risco de enchente. Mapas mostram cidades e rios afetados pela cheia no RS Initial plugin text Um levantamento feito pelo Ogimet, um serviço meteorológico internacional com base em mais de 6,6 mil estações em vários países, colocou Santa Maria, Bento Gonçalves e Soledade como as cidades que mais registraram chuva no mundo nos últimos dias. O Vale do Taquari, atingido pelos temporais desta semana, foi a mesma região afetada pelo ciclone seguido de enchentes em setembro de 2023. Ao todo, 54 pessoas morreram na época e quatro ainda seguem desaparecidas. Cheia no Vale do Taquari Reprodução/RBS TV Lista de cidades sob risco de cheias: Agudo Alegrete Arroio do Meio Bom Princípio Bom Retiro do Sul Cachoeira do Sul Campo Bom Candelária Canudos do Vale Cerro Branco Colinas Cruzeiro do Sul Encantado Estrela Feliz Forquetinha General Câmara Harmonia Jaguari Lajeado Marques de Souza Montenegro Muçum Novo Cabrais Novo Hamburgo Paraíso do Sul Pareci Novo Parobé Pouso Novo Relvado Restinga Sêca Rio Pardo Roca Sales Santa Cruz do Sul Santa Tereza São Jerônimo São Leopoldo São Sebastião do Caí São Sepé Sinimbu Taquara Taquari Travesseiro Triunfo Vale do Sol Vale Real Venâncio Aires Vera Cruz Temporais no RS Os temporais, que atingem a região desde segunda-feira (29), deixaram 10 mortos, 21 desaparecidos e 11 feridos, segundo a Defesa Civil. Ao todo, foram registrados problemas em 114 municípios. O último boletim informou que 4,4 mil pessoas precisaram deixar suas casas. São 1.072 pessoas em abrigos e 3.416 desalojados. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que visitará o Rio Grande do Sul nesta quinta. Ele disse que oito helicópteros da Força Aérea Brasileira (FAB) estão preparados para atuar no estado e aguardam condições meteorológicas para voarem. Na terça (30), a Aeronáutica enviou helicópteros, mas a operação foi difícil em razão das condições climáticas. Na noite de quarta, o governo anunciou a suspensão das aulas para 700 mil estudantes de toda a rede pública estadual. A medida vale na quinta (2) e na sexta-feira (3) em escolas de todo o Rio Grande do Sul. Temporais provocam mortes e estragos no RS Arte/g1 VÍDEOS: Tudo sobre o RS

source https://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2024/05/02/temporais-no-rs-em-quatro-dias-estado-tem-o-triplo-de-chuvas-10-mortes-e-alerta-para-mais-inundacoes.ghtml
Close Menu