Dublador de Goku lamenta morte de criador de 'Dragon Ball', e diz que tinha planos para conhecê-lo em 2025: 'Turbilhão de emoções'


Criador da franquia, Akira Toriyama morreu em 1º de março, aos 68 anos. A informação da morte foi divulgada na sexta-feira (8). Dublador de Goku fala sobre criador de Dragon Ball Arquivo pessoal/Wendel Bezerra - Reprodução Boa parte da saga de Goku, o protagonista do universo de "Dragon Ball", foi em busca das sete esferas do dragão que ficavam espalhadas pela Terra. Juntos, os objetos alaranjados faziam surgir um dragão que concedia desejos, como a juventude eterna ou trazer mortos de volta à vida. No mangá, vítimas de vilões foram ressuscitadas, e o próprio Goku foi conduzido do mundo dos mortos pelo dragão colossal a pedido de amigos do herói. Na vida real, o criador da franquia, Akira Toriyama, morreu no dia 1º de março, aos 68 anos. A informação da morte foi divulgada na sexta-feira (8) pelos estúdios ligados ao artista. Mesmo sem o conjunto de esferas do dragão na nossa realidade, Akira se mantém vivo na obra com os milhares de fãs e na memória de quem emprestou a voz aos personagens. Akira Toriyama em fotografia feita em 1982 STR/JIJI Press/AFP No Brasil, Wendel Bezerra é o dublador de Goku. Ele conta que tinha planos para conhecer Akira em 2025. Na lista do artista também estão dublagens de Bob Esponja, dos atores Robert Pattinson, Edward Norton, Kevin Hart e de Sanji, de One Piece. "Quando estivesse próximo da viagem, eu entraria em contato com a Toei [estúdio de animação] para ver se conseguiriam me ajudar a ter um encontro com ele e com a Masako, a voz japonesa do Goku. Este sonho, infelizmente, já não será mais possível", disse Bezerra ao g1. O dublador recebeu a notícia da morte de Akira por meio de um diretor de dublagem, de madrugada. "Fui totalmente impactado e estou até agora num turbilhão de emoções e sentimentos. A sensação é uma mistura de vazio, impotência e tristeza. Aos 49 anos, Wendel, de São Paulo, faz as dublagens de Goku desde os 24. "O Goku é meu personagem favorito. Uma bênção. Um presente de Deus pelo qual agradeço todo santo dia. Ele me transformou numa pessoa melhor. Tudo o que construí na vida pessoal e profissional nos últimos 24, 25 anos, eu devo a ele", afirmou. Segundo o artista, o personagem, que tem uma história carregada de tramas de superação e esteve sempre acompanhado pela família e parceiros de luta, inspirou-o na carreira de dublador, diretor e coordenador artístico. "Ele me ensinou a buscar meu melhor sempre, vencer obstáculos e nunca desistir. Me ensinou a criar times imbatíveis e valorizar o melhor de cada um. Me ensinou a ter leveza, calma e bom humor na vida, inclusive nos momentos difíceis. Me ensinou a admirar em vez de invejar. A aprender em vez de ensinar. A se entregar em vez de desistir. E, como pessoa, fiz milhares de amigos, fui a todos os estados do Brasil, conheci histórias incríveis e sinto que sou uma pessoa bem melhor do que seria, se o Goku não tivesse existido na minha vida." Wendel é dublador do Goku no Brasil Arquivo pessoal A criação de Akira marcou gerações desde os anos 80. "Dragon Ball Z", uma das sequências, foi adaptado para a televisão e transmitido em mais de 80 países. No Brasil, fez sucesso no início dos anos 2000, quando o anime era exibido nas manhãs da TV Globo. "Dublar um personagem tão icônico, que marcou a vida de muita gente, sem dúvida, faz com que eu seja recebido com simpatia e carinho onde quer que eu vá. Muitos fãs da época hoje têm 30, 35, 40 anos e ocupam as posições mais diversas na sociedade. Isso me abre portas diariamente nos mais diversos setores", comenta Bezerra. Toriyama morreu por um hematoma subdural, quando acontece um acúmulo de sangue entre o cérebro e o crânio. O funeral de Toriyama foi reservado apenas para a família. "Ele deixou muitos títulos de mangá e obras de arte para este mundo. Graças ao apoio de tantas pessoas ao redor do mundo, ele pôde continuar suas atividades criativas por mais de 45 anos. Esperamos que o mundo único de criação de Akira Toriyama continue a ser amado por todos por muito tempo." Além de Dragon Ball, Toriyama foi criador de vários outros mangás. Na lista está Dr. Slump (1980), Cowa! (1998), Kajika (1999), Sand Land (2000) e Neko Majin (2000).

source https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2024/03/09/dublador-de-goku-lamenta-morte-de-criador-de-dragon-ball-e-diz-que-tinha-planos-para-conhece-lo-em-2025-turbilhao-de-emocoes.ghtml
Close Menu