carnaval de ofertas

Três réus são condenados por tráfico de mais de 200 kg de cocaína apreendidos em casco de navio no RS


Apreensão foi em março do ano passado. Droga estava acondicionada em sacolas e foi escondida por um dos réus, que é mergulhador, no casco de navio que iria para Portugal. Dois dos condenados já estão presos e um terceiro é foragido. PF apreende mais de 200k de cocaína escondida em casco de navio no porto de Rio Grande Três homens foram condenados por tráfico internacional após a apreensão de 206 kg de cocaína que estavam escondidos no casco de um navio, no Porto de Rio Grande, Sul do estado. A sentença é da 1ª Vara Federal de Rio Grande, e foi divulgada nesta segunda-feira (5). 📲 Acesse o canal do g1 RS no WhatsApp Eles receberam penas de 9 a 11 anos de prisão, sem direito a recorrer em liberdade. Os réus não tiveram os nomes divulgados pela Justiça Federal. Dois deles já estão presos, e o terceiro está foragido. A descoberta da droga foi em março de 2023, pela Polícia Federal. Veja o vídeo da apreensão acima. A cocaína estava acondicionada em bolsas, divididas em 159 tabletes e cobertas com material impermeável. As bolsas haviam sido colocadas na caixa de mar, compartimento que fica no casco do navio e que serve para liberar a entrada de água na embarcação. Cocaína estava distribuída em cinco bolsas impermeáveis e foi retirada por mergulhadores da Marinha Polícia Federal/Divulgação Destino a Portugal O navio teria como destino final o Porto de Setúbal em Portugal. Segundo o Ministério Público Federal, autor da denúncia, um dos réus, um mergulhador, foi quem colocou os entorpecentes no compartimento do navio. Um segundo réu teria comprado rastreadores eletrônicos para monitorar a movimentação da carga. Ele ainda seria o responsável pelas negociações com clientes e fornecedores da droga. E o terceiro, considerado mandante, é uma liderança do tráfico de drogas internacional. No processo, os três negaram participação no episódio. Segundo a Justiça Federal, o juiz levou em conta gravações do circuito de câmeras do Shopping de Pelotas, confirmando que o nadador e o segundo réu compraram rastreadores em nome do mandante. Também foi constatado que o mandante comprou cilindros de ar e material de mergulho. VÍDEOS: Tudo sobre o RS

source https://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2024/02/06/tres-reus-sao-condenados-por-trafico-de-mais-de-200-kg-de-cocaina-apreendidos-em-casco-de-navio-no-rs.ghtml
Postagem Anterior Próxima Postagem