O que se sabe sobre o assassinato de advogado no Centro do Rio


Polícia investiga qual a motivação para o crime e como os assassinos estudaram os hábitos e a rotina de Rodrigo. O advogado Rodrigo Marinho Crespo, de 42 anos, foi morto a tiros na tarde desta segunda-feira (26) na Avenida Marechal Câmara, no Centro do Rio. Ele será enterrado nesta quarta-feira (28). A polícia investiga qual a motivação para o crime e como os criminosos planejaram o assassinato. Veja o que se sabe do crime até o momento: Como foi o ataque? Câmeras mostram momento em que advogado é morto a tiros no Centro do Rio O advogado tinha descido do escritório para fazer um lanche por volta das 17h, quando um carro branco se aproximou. O carro branco no qual o assassino chegou parou em fila dupla e ele desceu do banco de trás. O atirador usava uma touca e deu três longos passos. Ele chamou o advogado pelo nome e, bem perto de Rodrigo, fez os primeiros disparos. Mesmo caído, o advogado foi baleado mais vezes, antes do assassino voltar para o veículo, que estava de porta aberta, e fugir. Toda a ação durou 14 segundos. Como estão as investigações ? 'Com certeza foi um crime planejado', afirma secretário de segurança do RJ sobre advogado morto a tiros A polícia recolheu 18 cápsulas de projéteis de pistola calibre 9mm no local e fez perícia. Nada foi levado do advogado. O secretário de Segurança do Rio de Janeiro, Victor Carvalho dos Santos, afirmou, que tem certeza que o assassinato do advogado foi planejado. Em entrevista ao programa Estúdio I, da GloboNews, o secretário também disse que o criminoso estudou a rotina da vítima e procurou o melhor momento para atacar. Victor dos Santos também disse que os investigadores vão buscar as imagens de dias anteriores ao crime nas câmeras de segurança do local. Durante a entrevista, o secretário de segurança do Rio disse não acreditar que o crime tenha sido cometido por um pistoleiro profissional. Segundo Victor, a alta quantidade de disparos pode indicar a presença de forte emoção. Onde foi o crime O advogado foi assassinado em frente ao prédio onde fica seu escritório. A poucos metros dali, na Avenida Marechal Câmara, também fica a sede da seccional do Rio da Ordem dos Advogados do Brasil. O Ministério Público do Rio e a Defensoria Pública do estado também ficam na mesma via. Rodrigo tinha o hábito de descer do escritório, que fica próximo do local do crime, para tomar café e conversar com as pessoas. Advogado Rodrigo Marinho Crespo, de 42 anos, morto a tiros no Rio. Reprodução Em que áreas atuava o advogado Rodrigo era especialista em causas cíveis e empresariais. O advogado se formou na PUC-RJ, em 2005. Em 2008, se especializou na Fundação Getúlio Vargas (FGV), em Direito Civil Empresarial (contratos). Era sócio-fundador do Marinho & Lima Advogados, que tem escritório na Avenida Marechal Câmara. Rodrigo era conhecido entre amigos e colegas do Direito por ser uma pessoa de bom trato e sem problemas na carreira. Estava recém separado. O g1 apurou que nos últimos anos, Rodrigo Marinho atuou em ações de resgate de investimentos de criptomoedas. Em uma das ações, conseguiu bloqueio de contas de algumas pessoas envolvidas em esquemas de pirâmide. Ele também já atuou em casos da área cível prestando serviço para a Souza Cruz.

source https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2024/02/28/o-que-se-sabe-sobre-o-assassinato-de-advogado-no-centro-do-rio.ghtml
Close Menu