Na Etiópia, Lula encontra primeiro-ministro da Palestina e participa da cúpula da União Africana neste sábado

Presidente discursará durante reunião da entidade de países africanos e também se encontrará com o secretário-geral da ONU, António Guterres. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se encontra neste sábado (17) com o primeiro-ministro da Autoridade Palestina, Mohammad Shtayyeh, e participa da Cúpula da União Africana, em Adis Abeba, capital da Etiópia. O presidente brasileiro ainda se encontrará com o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, durante o dia. Nesta sexta-feira (16), o presidente visitou museu, participou de solenidade, de reuniões com o primeiro-ministro etíope, Abiy Ahmede, e de um evento sobre financiamento climático para agricultura e segurança alimentar. Lula desembarcou na Etiópia na tarde desta quinta-feira (15). Esse é o segundo giro de Lula por países da África desde que tomou posse como presidente da República. Ele teve atividades no Egito na quarta-feira (14) e quinta-feira (15). No ano passado, Lula passou por África do Sul, Angola e São Tomé e Príncipe. Na Etiópia, Lula tem reuniões com primeiro-ministro e evento sobre financiamento climático Na campanha eleitoral de 2022, Lula colocou entre as diretrizes do programa de governo a previsão de "reconstruir" as relações entre o Brasil e países africanos. Antecessor de Lula, Jair Bolsonaro não visitou países africanos durante o seu mandato (2019-2022). A União Africana passou a integrar o G20 com o apoio do Brasil, obtendo o mesmo status da União Europeia junto à entidade. A sede da União Africana fica em Adis Abeba. Com a participação de dezenas de chefes de Estado e governo na cúpula, o presidente terá reuniões bilaterais. Lula vai se encontrar com o presidente de Moçambique, Filipe Jacinto Nyusi, e também poderá se reunir com o presidente da Comissão da União Africana, Moussa Faki Mahamat, e com o presidente do Quênia, William Ruto. Segundo o Ministério das Relações Exteriores, o discurso de Lula deverá reforçar as oportunidades de cooperação entre os países africanos e o Brasil, acrescentando que, durante a presidência brasileira do G20, os três eixos centrais do grupo são: inclusão social com combate à fome e à pobreza; desenvolvimento sustentável e transição energética; reforma da governança global. Sobre esse último ponto, Lula tem defendido, por exemplo, que ao menos um país africano tenha representante no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU). Lula também tem defendido que o Brasil, a Alemanha e o Japão passem a integrar o grupo. O presidente Lula viajou para o Egito e a Etiópia acompanhado dos ministros: Mauro Vieira, das Relações Exteriores; Wellington Dias, do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome; Luciana Santos, da Ciência, Tecnologia e Inovação; Anielle Franco, da Igualdade Racial; Silvio Almeida, dos Direitos Humanos e Cidadania; e Vinícius Marques de Carvalho, da Controladoria-Geral da União.

source https://g1.globo.com/politica/noticia/2024/02/17/na-etiopia-lula-encontra-primeiro-ministro-da-palestina-e-participa-da-cupula-da-uniao-africana-neste-sabado.ghtml
Close Menu