carnaval de ofertas

Vira-lata 'triste' que viralizou após não ser escolhida por ninguém em feira de adoção ganha novo lar: 'trouxe alegria, amor e carinho'


Vídeo de cadelinha somou 14 milhões de visualizações e comoveu muita gente, incluindo MC Daniel, que queria adotar o pet. Família do Paraná conseguiu adotá-la antes e hoje Mel vive feliz após histórico de abandono. Vira-lata 'triste' que viralizou na internet ganha novo lar O olhar triste e cabisbaixo da cadela que viralizou nas redes sociais após não ter sido adotada em uma feira de animais de Curitiba deu lugar a muita animação e expressões de alegria. O bichinho ganhou um novo lar e hoje vive com dois tutores e o irmão Barney. Assista acima. ✅ Siga o canal do g1 PR no WhatsApp ✅ Siga o canal do g1 PR no Telegram Quando o vídeo da cadela viralizou, em dezembro de 2023, ela se chamava Laís. Agora, no novo lar, atende por Mel. Na época da publicação, o vídeo dela alcançou quase 14 milhões de visualizações e cerca de um milhão de curtidas. Nos comentários, muitas pessoas ficaram comovidas com a expressão do animal, que tem histórico de abandono – crime ambiental com pena de dois a cinco anos de prisão, multa e proibição da nova guarda de animais. Relembre o vídeo que mostra a cadelinha 'triste': Vídeo de vira-lata 'triste' por não ter sido adotada em evento viraliza na internet A cadela estava sob os cuidados do Instituto SOS 4 Patas, ONG da Grande Curitiba que tem mais de 360 animais disponíveis para adoção. Mel foi adotada por Jéssica Cardoso Beltrame e pelo marido dela. "A Mel veio para somar. Ela trouxe o que faltava. Trouxe alegria, amor e carinho. Eu sentia falta disso e falei para meu esposo que queria isso", disse. À época, o vídeo de Mel chegou ao cantor e compositor MC Daniel, que demonstrou interesse em querer adotar a cadela. A fundadora da SOS 4 Patas, Mariane Mazzon, lembra de ter achado que o artista estava brincando. "Pensei que ele estivesse brincado. Ele mandou mensagem para gente querendo ela. O empresário dele estava em contato com a gente, mas expliquei que tinha gente antes", falou. MC Daniel com a sua cadela de estimação na casa dele, em São Paulo Reprodução/redes sociais Amor a primeira vista Jéssica, a nova tutora de Mel, contou que sempre amou animais e estava com planos de adotar um novo integrante para a família. O objetivo era que o novo pet fosse também uma companhia para o Barney, Golden Retriever que vive com eles. Ela conheceu Mel a partir do vídeo postado pela ONG, enviado pelo irmão dela. Jessica Cardoso com o Barney e a Mel Arquivo pessoal Conforme Jéssica, ela e o marido procuravam um cãozinho há dias, e quando ele viu Mel, "deu match". "Vi o vídeo de manhã cedo, ainda não estava viralizado. Eu mandei para o meu esposo. Era o porte que a gente queria", falou. No mesmo dia, o casal buscou a Mel na instituição com todos os documentos exigidos para passar pelo período de adaptação. A tutora contou que Mel brinca todos os dias com o novo "irmão" e que já tem feito algumas baguncinhas. "Ela abriu um buraco no sofá de casa e destruiu mais umas coisinhas", brincou. Vídeo de vira-lata 'triste' por não ter sido adotada em evento viraliza na internet Arquivo pessoal Mel tem história triste de abandono Segundo Mariane, da SOS 4 Patas, antes de ter um novo lar, Mel foi abandonada em uma área rural de Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). "A história dela é triste. Todos os carros que passavam naquela rua, ela corria atrás no dia do abandono dela. Nós passamos por lá e levamos para chácara", contou. Na instituição, ela recebeu todo tratamento necessário e carinho dos funcionários e voluntários. Depois, foi colocada para adoção. Mel antes de ser adotada Arquivo pessoal Mais de 360 animais para adoção na ONG O Instituto SOS 4 Patas, que intermediou a adoção de Mel, surgiu em 2014, em Campo Largo. Atualmente a instituição abriga mais de 360 animais, entre cães, gatos e até vacas. "No começo era uma coisa pequena. Fazíamos resgate na minha cidade com amigos e apoiadores da causa", lembra Mariane. Mariana com um dos caezinhos do Instituto Instituto SOS 4 Patas A adoção é feita de forma responsável, com emissão de documentos e entrevista antes de um possível tutor levar os bichinhos para casa. Todos os animais da ONG são vacinados, castrados e vermifugados. Para adotar um animalzinho você pode acessar o site do instituto. Vaquinha para adoção Mariana com um dos caezinhos do Instituto VÍDEOS: Mais assistidos do g1 Paraná Leia mais notícias no g1 Paraná.

source https://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2024/01/20/vira-lata-triste-que-viralizou-apos-nao-ser-escolhida-por-ninguem-em-feira-de-adocao-ganha-novo-lar-trouxe-alegria-amor-e-carinho.ghtml
Postagem Anterior Próxima Postagem