".

Terra dos dinossauros: relembre as descobertas paleontológicas no RS nos últimos anos


Na região conhecida como Quarta Colônia, achados de fósseis nos últimos anos surpreenderam o mundo científico e revelaram novas informações sobre a vida dos animais pré-históricos. Espécies pré-históricas descobertas no RS nos últimos dois anos Divulgação 🦖🦕Achados paleontológicos em sítios paleontológicos gaúchos, como o anfíbio mais antigo do que os dinossauros, colocam os pesquisadores do RS entre os protagonistas dos estudos dos animais pré-históricos. 📲 Acesse o canal do g1 RS no WhatsApp São descobertas de fósseis que ajudaram, nos últimos anos, a revelar novas espécies e aprofundar o conhecimento sobre a vida no planeta há centenas de milhões de anos. 🌏 O RS é reconhecido pelo livro dos recordes Guinness como a terra dos dinossauros mais antigos do mundo desde 2021. A região conhecida como Quarta Colônia, que fica no Centro do estado, é rica em patrimônio paleontológico, com rochas que remontam ao período Triássico armazenando espécies animais e vegetais que ajudam a recontar a história do planeta Terra. Em 2023, a Quarta Colônia foi reconhecida pela Unesco como geoparque mundial. Integram o geoparque as cidades de Agudo, Dona Francisca, Faxinal do Soturno, Ivorá, Nova Palma, Pinhal Grande, Restinga Seca, São João do Polêsine e Silveira Martins. 🔎As pesquisas na região são lideradas pelo Centro de Apoio à Pesquisa Paleontológica da Quarta Colônia/Universidade Federal de Santa Maria (CAPPA/UFSM). Nos últimos anos, cidades de outras regiões também tiveram descobertas importantes. O anfíbio Kwatisuchus rosai, por exemplo, foi encontrado em Rosário do Sul, na Fronteira Oeste do estado, por pesquisadores da Universidade Federal do Pampa (Unipampa). Trata-se do fóssil do crânio de uma espécie de anfíbio gigante, identificado como "mais antigo que os dinossauros", que destaca uma possível conexão entre a fauna do pampa gaúcho e a da Rússia, o que pode colocar à prova o que se sabe sobre o ecossistema da época da Pangeia (quando os continentes formavam um só bloco). Reconstituição do anfíbio gigante Kwatisuchus rosai em seu hábitat Divulgação / Márcio Castro Relembre abaixo outras descobertas paleontológicas no RS Pampaphoneus biccai 🦖No interior de São Gabriel, pesquisadores da Unipampa em parcwria com a UFRGS, Universidade do Piauí e Universidade Harvard encontraram o mais antigo predador terrestre do continente. É o Pampaphoneus biccai, que viveu há mais de 265 milhões de anos. Ilustração mostra como seria o 'Pampaphoneus biccai'. Cortesia Juan Carlos Cisneros / Divulgação Gamatavus antiquus 🦕Em Dilermando Aguiar, uma nova espécie dos silessauros, parentes próximos dos dinossauros, foi encontrada pelo CAPPA. O animal ganhou o nome de Gamatavus antiquus e é considerado um dos mais antigos do mundo. Ilustração mostra como seria a espécie Márcio L. Castro/ Divulgação Unaysaurus tolentinoi 🦖Em uma localidade entre as cidades de Santa Maria e São Matinhos da Serra, um morador localizou um fóssil do dinossauro Unaysaurus tolentinoi. O animal foi pesquisado pela UFSM. Herbívoro, andava sobre duas patas e chegava até 2,8 metros de comprimento. De acordo com pesquisadores, Unaysaurus tolentinoi foi um dinossauro herbívoro que andava sobre duas patas e atingia cerca de 2,8 metros de comprimento Maurício Garcia/Reprodução Stenoscelida aurantiacus 🦕Uma nova espécie de réptil que conviveu com os primeiros dinossauros foi descoberta em Agudo. É o Stenoscelida aurantiacus, pesquisado pela UFSM com a Universidade Federal de Juiz de Fora. O animal é parecido com o grupo que dá origem aos jacarés e crocodilos. Stenoscelida aurantiacus Matheus Fernandes Venetoraptor gassenae 🦖Um parente dos pterossauros, espécie conhecida como os répteis voadores, foi localizado em São João do Polêsine. O Venetoraptor gassenae tinha cerca de um metro de comprimento, com bico lembrando o das aves de rapina e as garras longas e afiadas, característica que permitia ao animal segurar presas e escalar árvores. Fóssil de réptil que viveu há 230 milhões de anos é descoberto no interior do RS Imagens cedidas CAPPA/UFSM VÍDEOS: Tudo sobre o RS

source https://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2024/01/24/terra-dos-dinossauros-relembre-as-descobertas-paleontologicas-no-rs-nos-ultimos-anos.ghtml
Postagem Anterior Próxima Postagem

Ads

Facebook