carnaval de ofertas

Kim Jong-un ameaça 'ataque nuclear' se for provocado por Coreia do Sul e EUA


Segundo imprensa estatal, o líder norte-coreano não hesitará em lançar ataque nuclear se for "provocado com armas nucleares". Advertência de Kim seria reação a reuniões em Washington de "planejamento nuclear e estratégico" entre sul-coreanos e americanos. Kim Jong-un, líder da Coreia do Norte, ameaça ataque nuclear se for provocado. Jonathan Ernst/Reuters O líder norte-coreano, Kim Jong-un, advertiu que seu país não hesitará em lançar um ataque nuclear se for "provocado com armas nucleares", informou a imprensa estatal nesta quinta-feira (21). Os comentários de Kim ocorreram após uma reunião na semana passada entre a Coreia do Sul e os Estados Unidos em Washington, em que os dois países discutiram a dissuasão nuclear em caso de um conflito com a Coreia do Norte. A agenda da reunião incluiu "planejamento nuclear e estratégico", e os aliados reafirmaram que qualquer ataque nuclear de Pyongyang, capital da Coreia do Norte, contra Estados Unidos ou Coreia do Sul resultaria no fim do regime norte-coreano. Em reação, Kim Jong-un teria ordenado ao escritório de mísseis de suas forças armadas para "não hesitar em lançar um ataque nuclear quando o inimigo provocar com armas nucleares", segundo a KCNA, agência de notícias norte-coreana. Washington, Seul e Tóquio divulgaram posteriormente um comunicado alertando a Coreia do Norte a "parar de realizar provocações e aceitar nosso apelo para participar de um diálogo substantivo sem condições". Os três países intensificaram a cooperação militar diante da onda de testes nucleares realizados este ano pela Coreia do Norte, e na terça-feira (19) ativaram um sistema para compartilhar informações em tempo real sobre o lançamento de mísseis norte-coreanos. Na segunda-feira (18), a Coreia do Norte lançou seu míssil balístico mais poderoso, o Hwasong-18, e o classificou como "uma contramedida de advertência" diante do que chamou de atos de "ameaça militar" de Washington e seus aliados. Na semana passada, um submarino nuclear dos Estados Unidos chegou ao porto sul-coreano de Busan, e na quarta-feira (20) os Estados Unidos deslocaram bombardeiros de longo alcance para realizar manobras com a Coreia do Sul e Tóquio. LEIA TAMBÉM: Coreia do Norte testa novo míssil com capacidade para atingir os EUA Caça F-16 americano cai durante treinamento na Coreia do Sul

source https://g1.globo.com/mundo/noticia/2023/12/21/coreia-do-norte-ameaca-ataque-nuclear-se-for-provocado.ghtml
Postagem Anterior Próxima Postagem