carnaval de ofertas

'Eu vivo para estudar', diz Jullie Dutra, que ganhou R$ 1 milhão no quadro 'Quem quer ser um milionário', do 'Domingão com Huck'


Jornalista pernambucana chega a passar 18 horas por dia estudando e nunca tirou férias. Se preparando para prestar concurso para diplomata, ela comemora: 'Agora, com o prêmio, vou conseguir estudar como se deve'. Jullie Dutra Odoya Fotografia/Divulgação Uma rotina com até 18 horas de estudo é o cotidiano de Jullie Dutra, a primeira pessoa a ganhar o prêmio de R$ 1 milhão no quadro "Quem quer ser um milionário", no "Domingão com Huck". Realizando cursos preparatórios para prestar concurso para diplomata, ela conta que não fez nenhum esquema especial para o programa. ✅ Clique aqui para seguir o novo canal do g1 PE no WhatsApp. "Eu vivo para estudar. Sempre fui a nerd, o patinho feio da turma. Quando todo mundo estava na farra, eu estava estudando", conta a jornalista nascida em Limoeiro e criada em João Alfredo, ambas no Agreste de Pernambuco. "Minha mãe era professora das redes públicas estadual e municipal, em João Alfredo. Desde pequena consegui estudar em escolas particulares conseguindo bolsas". Assim ela chegou a cursar radiologia, no Recife, e medicina em universidades da Bolívia e de Cuba, antes de se formar em jornalismo e fazer pós-graduação em direitos humanos. Ao longo dos quatro anos do curso universitário, Jullie conta que nunca parou de estudar. "Eu vivia indo a São Paulo, a congressos e cursos. Até que fui selecionada para um curso sobre conflito armado e comecei a ter o sonho de ser correspondente internacional". Com o desejo em mente, articulou com um dos palestrantes, conheceu pessoas da ONU e da Cruz Vermelha e conseguiu viajar ao Haiti. Um ano depois de voltar de lá, publicou o livro "Caro Haiti", sobre os momentos de antes, durante e depois do terremoto que marcou o país, em 2010. Quem é Jullie Dutra, primeira a ganhar R$ 1 milhão no quadro 'Quem quer ser um milionário' A experiência acendeu nela o desejo de entrar para a carreira diplomática, uma disposição ainda maior para os estudos e a ideia de se inscrever para participar do quadro no "Domingão com Huck". "Comecei a estudar ainda mais. Mas o custo dos cursos preparatórios é elevadíssimo. Comecei a correr atrás de bolsa, consegui algumas, mas não tenho todas. Agora, com o prêmio, vou conseguir estudar como se deve", afirma. Jullie diz que nunca duvidou de que ganharia. "Sempre soube que ia ganhar. Era uma certeza divina, minha fé. Me inscrevi em 2021 e não mudei meu foco. O concurso do Itamaraty exige até a alma". Segundo a nova milionária, a dedicação ajudou muito no resultado da competição. "Quase todas as disciplinas fazem parte do meu programa de estudos. Foi uma felicidade cair coisas que eu sei, como a COP [conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas], por exemplo". Com exceção das três questões em que usou o recurso de ajuda, Jullie afirma que tinha muita convicção de todas as respostas. "Não chutei nenhuma", garante. "Eu acho que não tem receita, mas eu tive a sorte e felicidade de navegar por tantas disciplinas que acabavam fazendo parte do cronograma de estudos do Itamaraty. Tem que ter pluralidade de conhecimento, de literatura a artes plásticas, passando por economia, por exemplo". A dica para quem quer ser um milionário como ela vem em seguida: "Todo mundo é capaz. Mas, além do conhecimento, tem que ter o fator sorte e usar estrategicamente as ajudas. Deixei os três recursos para o final". O valor ganho já tem destino certo, além de financiar os estudos para trilhar a carreira dos sonhos. "A primeira coisa é dar uma casa para Carmelita, a minha mãe do coração. E quero tirar férias, que nunca tirei na vida. Sempre que fiz viagens de lazer, também estava trabalhando". CEO de uma agência de comunicação e com a agenda repleta de novos compromissos depois de ganhar o prêmio, Jullie ainda não tem ideia de quando as férias virão. Numa rede social, ela passou de 8 mil seguidores para mais de 150 mil, minutos após o final do programa. "Não sei quando será nem para onde vou, mas preciso realmente parar". Antes de concluir a entrevista, ela pede para deixar um recado para as mulheres. "Quero que as mulheres não desistam dos sonhos. A gente precisa se agarrar com a educação, porque ela é ferramenta de transformação e é a maior arma de combate ao machismo. Uma mulher com educação consegue ir muito além". VÍDEOS: mais vistos de Pernambuco nos últimos 7 dias

source https://g1.globo.com/pe/pernambuco/noticia/2023/12/11/eu-vivo-para-estudar-diz-jullie-dutra-que-ganhou-r-1-milhao-no-quadro-quem-quer-ser-um-milionario-do-domingao-com-huck.ghtml
Postagem Anterior Próxima Postagem