".

Aprenda a fazer armadilha para a broca-do-café


Ferramenta feita com garrafa PET ajuda a monitorar a praga nas lavouras de conillon e arábica. Aprenda a fazer armadilha para broca-do-café A broca-do-café é uma das pragas que mas tiram o sossego dos cafeicultores. Se não controlada, a broca pode comprometer a produção e inviabilizar a comercialização dos cafés de maior qualidade. Compartilhe no WhatsApp Compartilhe no Telegram Broca-do-café é o nome popular do besouro Hypothenemus hampei. A fêmea do besouro fura e deposita os ovos no interior do fruto do café, que se torna o alimento das larvas após a eclosão. Grão de café afetado pela broca Jornal do Campo/TV Gazeta Por ser plantado em regiões mais quentes, o café conillon acaba sendo mais suscetível à broca, mas a praga também ataca lavouras de café arábica, normalmente plantado em regiões mais altas e frias. A broca-do-café exige monitoramento constante, que é feito a partir de armadilhas penduradas nos pés de café. A ferramenta é simples e pode ser feita de forma artesanal, com o uso de uma garrafa PET. Armadilha para broca-do-café Jornal do Campo/TV Gazeta ATENÇÃO: A armadilha é uma ferramenta de monitoramento da praga. O controle do inseto é feito com defensivos químicos e biológicos e varia de acordo com as necessidades da lavoura. Consulte um especialista. O g1 pediu ajuda ao Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) e ensina como fazer a armadilha para a broca. Veja abaixo. Como fazer Você vai precisar de: 1 garrafa PET de 2 litros com tampa Água Detergente Atrativo feito a partir da mistura de 3/4 de metanol e 1/4 de etanol 1 canudo 1 frasco pequeno (menor que a garrafa) com tampa e vedação fixa 1 pedaço pequeno de barbante 50 cm de arame 20 cm de arame Molde (pedaço de papel na dimensão 10 x 16 cm) Estilete Tesoura Grampeador Pincel marcador Passo a passo: Com o pincel, marque o molde em dois lados opostos da garrafa É necessário deixar uma faixa de 4 a 5 cm de distancia entre as marcações do molde em cada lado da garrafa Com o estilete, corte dois dos três lados de cada um dos retângulos marcados com o molde - o corte deve ser feito nas linhas inferiores e superiores e uma das laterais, de forma que o retângulo pareça uma "porta", presa na garrafa por uma das laterais. As laterais cortadas precisam estar em lados opostos, de forma que as abas se encontrem pelo centro na diagonal da garrafa Grampeie as abas recortadas uma a outra no centro da garrafa - o indicado é grampear em cima e embaixo Faça dois furos na base da garrafa e passe o arame de 50 cm, de forma que seja possível usá-lo para pendurar a armadilha (metade do arame para cada lado) Faça um furo na tampa do frasco pequeno e passe o barbante de forma que a maior parte fique para dentro do frasco e reste um "pavio" para fora Passe o arame de 20 cm ao redor da boca do frasco pequeno e forme um gancho com a sobra (o gancho será usado para pendurar o frasco) Como montar a armadilha: Preencha o frasco pequeno com o atrativo - o barbante deve ficar embebido na mistura com o "pavio" para fora do frasco Com a garrafa virada para baixo, coloque água até metade da ponta da garrafa, no espaço entre a tampa e o corte Pingue três gotas de detergente na água da armadilha Fixe, pelo gancho, o frasco pequeno no centro da garrafa - o gancho deve ser fixado na parte de cima das abas que foram grampeadas Com o arame colocado na base da garrafa, prenda a armadilha em um dos galhos do pé de café, em local sombreado e fresco. A armadilha deve ser colocada à altura dos ombros, de forma que não seja preciso fazer esforço para alcançar a armadilha, mas que ela também não fique na parte baixa da planta. De acordo com a cartilha Manejo da Broca-do-café, publicada pelo Incaper em 2019 (e disponível aqui), o monitoramento deve ser iniciado na época de trânsito da broca (3 a 5 meses após a maior florada, dependendo da temperatura e da espécie de café – conilon ou arábica). Café afetado pela broca-do-café Jornal do Campo/TV Gazeta Controle da praga O controle da broca-do-café é feito com o uso de defensivos químicos, mas principalmente a partir do inseticida biológico Beauveria bassiana, fungo que mata a larva da broca. De acordo com a cartilha Manejo da Broca-do-café, publicada pelo Incaper em 2019 (e disponível aqui), o produto biológico de Beauveria bassiana deve ter registro para controle da broca-do-cafeeiro e só pode ser aplicado quando a umidade relativa do ar for superior a 65%. Já o controle químico deve ser realizado na época de novembro-dezembro, caso se constate populações de adultos da broca-do-café nas armadilhas, quando a porcentagem de frutos brocados em relação aos sadios chegar a 3%.

source https://g1.globo.com/es/espirito-santo/agronegocios/noticia/2023/12/24/aprenda-a-fazer-armadilha-para-a-broca-do-cafe.ghtml
Postagem Anterior Próxima Postagem

Ads

Facebook