carnaval de ofertas

Vigia de agência bancária morto em troca de tiros em Franca, SP, passou a noite no hospital com pai


Sobrinho revelou que Adriano Costa seguiu para o trabalho depois de fazer companhia para o pai, internado por conta de um AVC. Ele foi baleado enquanto fazia ronda no telhado. O vigia Adriano Costa foi morto em uma troca de tiros com bandidos na agência bancária que trabalhava, em Franca (SP) Arquivo pessoal O vigia Adriano Costa, que morreu baleado em uma troca de tiros com bandidos na manhã de terça-feira (10), em Franca (SP), tinha passado a noite no hospital fazendo companhia para o pai, internado por conta de um acidente vascular cerebral. Receba no WhatsApp notícias da região de Ribeirão e Franca Inconformado e muito emocionado, Lucas Andrade, sobrinho da vítima, contou que Adriano seguiu direto para o trabalho, em uma agência do Banco do Brasil, no bairro Nossa Senhora Aparecida. "Estamos com meu avô internado, ele acabou de 'pousar' uma noite com meu avô no hospital, que teve um AVC. Saiu do hospital e veio para trabalhar. Ainda chegar aqui e ser surpreendido dessa forma, perdendo a vida. Não dá para absorver uma notícia dessa, é revoltante". Lucas Andrade, sobrinho da vítima, se emocionou ao falar do tio, morto em uma troca de tiros no telhado de uma agência bancária em Franca (SP) Marcelo Moraes/EPTV Segundo Lucas, o tio deixa mulher e duas filhas. "Elas são pequenas, dependem totalmente dele. Eu estou um pouco sem palavras. De uma forma covarde, ele perdeu a vida fazendo seu trabalho, defendendo o pão de cada dia dele". Adriano foi surpreendido por, pelo menos, dois criminosos quando fazia uma ronda no telhado da agência na manhã de terça-feira. O prédio ainda estava fechado para o público e apenas funcionários estavam no local. Em uma troca de tiros, ele foi baleado na cabeça e morreu na hora. A arma de Adriano foi levada pelos bandidos. Câmeras de segurança registraram parte da ação. Outro segurança também foi atingido na altura do peito, mas não ficou ferido, por conta do colete à prova de balas. Criminosos planejavam furto no feriado A polícia acredita que os criminosos sondavam a agência para cometer um furto no feriado da quinta-feira (12). De acordo com o delegado Eduardo Lopes Bonfim, a suspeita é de que eles planejavam como entrariam no local quando se depararam com a vítima. "Provavelmente, depois de quarta-feira (11), a hora que fechasse o banco, eles iriam fazer um furto, trazer maçarico, porque tem lugar para passar, e tentar arrombar o cofre do banco". Os bandidos fugiram, mas deixaram uma mochila com água, alimentos, um celular e pertences pessoais na área interna da agência. O local passou por perícia e o material foi apreendido. A ideia, agora, é que os objetos sejam analisados para tentar identificar os suspeitos. "Deixaram mochila, garrafa d'água, alimento, um fio de celular, um celular que foi encontrado no local que não é do vigia. Tudo isso vai ser tentado levantar impressões digitais e material biológico até para uma comparação", diz Bonfim. Veja mais notícias da região no g1 Ribeirão Preto e Franca VÍDEOS: Tudo sobre Ribeirão Preto, Franca e região

source https://g1.globo.com/sp/ribeirao-preto-franca/noticia/2023/10/11/vigia-de-agencia-bancaria-morto-em-troca-de-tiros-em-franca-sp-passou-a-noite-no-hospital-com-pai.ghtml
Postagem Anterior Próxima Postagem