Tucker, Cadillac, Packard e Maverick: museu no interior de SP reúne relíquias do antigomobilismo e carro da comitiva da rainha; veja FOTOS


Museu completa 60 anos e voltará a receber o público em Caçapava, a partir deste sábado (21). Packard Eight, de 1939, foi um dos carros da comitiva da Rainha Elisabeth II, quando a monarca visitou o Brasil. Divulgação O Museu Roberto Lee, lugar que abriga um dos maiores acervos de carros antigos e históricos do mundo, será reaberto ao público neste sábado (21) em Caçapava, interior de São Paulo. O local estava fechado desde abril do ano passado para passar por reforma. ✅ Clique aqui para seguir o novo canal do g1 Vale do Paraíba e região no WhatsApp Com a reinauguração, o público poderá voltar a visitar o espaço e conferir automóveis raros e itens importantes do automobilismo brasileiro que fazem parte da coleção do museu, que completa 60 anos em 2023. O g1 conta a história e mostra os principais itens do acervo do Museu Roberto Lee em Caçapava, a Capital Nacional do Antigomobilismo. Confira abaixo: Fusca é um dos carros em exposição em Caçapava. Carlos Santos/G1 História do museu Roberto Lee Declarada pelo Governo Federal como a Capital Nacional do Antigomobilismo por conta do museu, a cidade de Caçapava abriga o espaço desde o ano de 1963 quando foi criado por Roberto Lee com o nome de Museu Paulista de Antiguidades Mecânicas. O local chegou a ser o maior acervo da América Latina, com 200 veículos, na década de 1970, com uma coleção de mais de 150 veículos e raros exemplares do automobilismo mundial que foi tombada pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico (Condephaat), órgão subordinado à Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, em 1982. Mesmo com a morte de Lee - assassinado em São Paulo no ano de 1975 - o museu continuou funcionando até 1993, mas nenhum cuidado de preservação foi tomado com os veículos neste período. Parte dos automóveis que estavam no local em regime de comodato, foram retirados pelos proprietários. Ciente da importância do acervo para o antigomobilismo brasileiro, a filha de Roberto, Mariângela Matarazzo Lee, doou à Caçapava os veículos que restavam do acervo em 2011. Em 2012, carros estavam em um galpão, aguardando restauração. Carlos Santos/ g1 Sob o comando da prefeitura, vinte anos após ser fechado, o museu foi reaberto em 2013 apenas para a comemoração do aniversário de 50 anos. O espaço permaneceu inacessível ao público, sendo aberto para eventos pontuais, até 2017 quando foi revitalizado e reinaugurado. Com a chegada da pandemia, o espaço parou de receber o público novamente e começou a passar por uma revitalização em abril de 2022, para ser reaberto à visitação em outubro deste ano. O museu abriga uma coleção composta por carros antigos, raros e de valor histórico. O acervo é tombado pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico do Estado de São Paulo. Veja os carros do acervo: Cadillac Sedan Fleetwood Cadillac Sedan Fleetwood, carro do acervo do Museu Roberto Lee Divulgação Um dos destaques do acervo do museu é o Cadillac Sedan Fleetwood, modelo fabricado em 1954. O carro foi um presente de natal que Roberto Lee recebeu do pai, Fernando Lee, e está em exposição desde a fundação do museu. Packard Eight Packard Eight, de 1939, foi um dos carros da comitiva da Rainha Elisabeth II, quando a monarca visitou o Brasil. Divulgação O Packard Eight, de 1939, foi um dos carros da comitiva da Rainha Elisabeth II, quando a monarca visitou o Brasil, junto do Príncipe Philip, no ano de 1968. Enquanto estavam em São Paulo, Roberto Lee emprestou ao governador estadual, seu carro Packard 120 Eight Convertible Sedan, na cor bordô, para transportar o príncipe pelas ruas da cidade. A única condição imposta por Roberto era de que ele fosse o motorista e conduzisse o carro no momento do desfile. O pedido foi aceito e Lee conduziu o automóvel na ocasião. Maverick 1973 Maverick 1973 é uma das peças do Museu Roberto Lee Divulgação O Maverick, fabricado em 1973, foi um dos três modelos a participar do 1º Raid da Integração Nacional, uma iniciativa que teve o objetivo de unir, pela primeira vez por estradas, todos os estados brasileiros. O Raid foi promovido pela montadora Ford junto da Embratur e do antigo Departamento Nacional de Estradas de Rodagem (DNER). O veículo percorreu 16.755 quilômetros e passou todas as capitais do Brasil. Ele foi doado pela montadora ao museu, mas após o fechamento do espaço, sofreu frequentes ações de vandalismo e ficou em estado deteriorado até ser levado para reforma em 2018 e devolvido ao museu, restaurado, em 2020. Tucker Torpedo 1035 Tucker Torpedo 1035, é um dos itens do acervo do Museu Roberto Lee Divulgação O Tucker Torpedo 1035 nasceu do sonho do americano Preston Tucker, que queria construir o melhor automóvel já existente. O modelo do museu é o 1035, produzido em 1948, e o único que chegou a andar em solo brasileiro. Lee comprou o carro de seu cunhado, que havia adquirido anteriormente, em 1962, após o veículo ter passado por outros donos. Ao todo, foram fabricados apenas 51 modelos desse automóvel no mundo e segundo a organização do local só 36 ainda existem. Ele é definido pelos responsáveis do acervo como o item mais raro da coleção. Ao longo dos anos, o exemplar teve sua cor alterada de bordô para vermelho, chegou a ser rifado por uma igreja e levado por um dos antigos proprietários a uma excursão na Europa. Toyota Paseo de Maurício de Sousa Maurício de Sousa decidiu doar carro ao acervo do museu Arquivo pessoal/Mauricio de Sousa O cartunista Mauricio de Sousa doou um de seus carros, um Toyota Paseo vermelho, para o acervo do Museu do Automóvel Roberto Lee, em 2017. O modelo de 1993 era da esposa de Maurício, que segundo ele usava pouco o automóvel. Na época, o criador da 'Turma da Mônica', alegou que a doação é uma forma de demonstrar sua simpatia pela cidade, local onde tem uma chácara e costuma passar momentos de descanso e lazer. Trator MAN (C-40) Trator MAN, modelo C-40 Divulgação O Trator MAN, do modelo C-40, fabricado em 1956, foi adquirido por Roberto Lee para ser usado em uma fazenda. Ele foi reformado a partir de uma ação entre mais de 80 apreciadores do veículo. O exemplar é considerado raro devido às inovações que apresentava para a época em que foi produzido. O trator disponível no museu é uma das cinco unidades do modelo C-40 no Brasil. Buick Special Touring Sedan, de 1938, também faz parte do acervo. Carlos Santos/G1 Reforma do espaço O prédio que abriga a coleção, o Centro Educacional Cultural e Esportivo José Francisco Natali, passou por uma reforma desde abril do ano passado. Segundo a prefeitura, cerca de R$ 2,3 milhões foram investidos e o imóvel passa a ser exclusivo para o museu. Além das mudanças estruturais, agora o espaço passa a ter um novo projeto expográfico com painéis que informam sobre a história dos veículos e de personagens importantes ligados ao contexto do acervo. Atualmente, o museu conta com 26 veículos, 10 motores e um motoplanador. Além desses itens, há objetos e gravuras que pertenceram a Roberto Lee. Público visita o Museu Roberto Lee na reabertura do espaço, em 2017 Carlos Santos/ g1 Visitação do público A cerimônia de reabertura ocorre neste sábado (21), às 10h. O evento - aberto ao público - deve contar com participações de autoridades, representantes de clubes de carros antigos, convidados. A reinauguração também marca o início das comemorações dos 60 anos de fundação do museu e a abertura da terceira edição do Festival Nacional Roberto Lee, que ocorrerá no próprio sábado (21) e no domingo (22). Além da exposição, a festa terá shows musicais. Após a reinauguração, poderá ser visitado de terça-feira a domingo, das 9h às 12h e das 14h às 16h. A entrada é gratuita, mas a organização do museu solicita a entrega de alimentos não perecíveis para serem destinados ao Fundo Social de Solidariedade de Caçapava. O Museu Roberto Lee fica na avenida Doutor José de Moura Resende, número 475, no bairro Vera Cruz, em Caçapava. Veja a programação do Festival Nacional Roberto Lee: Sábado, 21 de outubro 10h00 – Cerimônia de reabertura do Museu Paulista de Antiguidades Mecânicas Roberto Lee 10h30 – Entrega do Trator MAN 56 11h00 – Apresentação da Banda do 6º BIL (Batalhão de Infantaria Leve) de Caçapava 17h00 – Show com a banda Old Chevy 20h30 – Show Jazz Big Band – “Sinatra – O Homem e a Música” Domingo, 22 de outubro 9h00 – Abertura 13h00 – Apresentação de pin-ups 15h00 – Show com a banda Shadows Rock 18h00 – Apresentação Transformers 19h00 – Show Elton John Tribute & Rocket Band Veja mais notícias sobre o Vale do Paraíba e região bragantina

source https://g1.globo.com/sp/vale-do-paraiba-regiao/noticia/2023/10/21/tucker-cadillac-packard-e-maverick-museu-no-interior-de-sp-reune-reliquias-do-antigomobilismo-e-carro-da-comitiva-da-rainha-veja-fotos.ghtml
Close Menu