".

Segunda edição da ExpoAmazônia Bio&TIC acontece em novembro no Studio 5, em Manaus


Lançamento da nova edição aconteceu nesta terça-feira (10), no auditório da Suframa, onde foram apresentados todas as novidades da maior feira de tecnologia e negócios da Região Norte. ExpoAmazônia 2022 reúne mais de 60 estandes, 100 startups, o "Mercado Amazônia" para comercialização de produtos tipicamente regionais, e artesãos da economia criativa. Carlos Nascimento/Rede Amazônica A segunda ExpoAmazônia Bio&TIC será realizada entre os dias 28 e 30 de novembro deste ano, no Studio 5, em Manaus. O lançamento da nova edição aconteceu nesta terça-feira (10), no auditório da Suframa, onde foram apresentados todas as novidades da maior feira de tecnologia e negócios da Região Norte. O novo período de realização não é a única novidade do evento, que muda de local e data como parte de uma estratégia para permitir que a agenda de eventos da região possa ser realizada da melhor forma, garantindo que os atores locais possam estar presentes em eventos considerados importantes, sem conflitos, também previstos para novembro. A proposta da organização da ExpoAmazônia é garantir que os representantes de Institutos de Ciência e Tecnologia (ICTs), empresas, indústrias, academia e demais participantes da ExpoAmazônia Bio&TIC possam também ter condições de participar de eventos como a Fespim, promovida pela Suframa no início do mesmo mês. "Sabemos que o foco dos eventos é diferente, mas muitos dos que já confirmaram presença na ExpoAmazônia podem ter interesse em marcar presença em outras agendas de eventos do período, até mesmo para fazer network", afirmou Vânia Thaumaturgo, coordenadora do evento e presidente do Conselho de Administração da Associação do Polo Digital de Manaus (APDM). Para Radyr Júnior, secretário municipal de Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi) - que também integra a organização da ExpoAmazônia -, as mudanças que serão apresentadas devem trazer vários benefícios a participantes e visitantes. "Não há dúvidas de que a ExpoAmazônia terá uma segunda edição ainda maior, melhor e se consolidará mais fortemente como um centro de conexões e negócios em tecnologia da informação, comunicação, bioeconomia e biotecnologia da Região Norte", pontuou. "É crescente a necessidade de se debater questões como sustentabilidade, governança, investimentos verdes e preservação ambiental, pautas mais do que atuais e fundamentais quando se trata de Amazônia. É isso que temos tido de retorno de todos que buscam na ExpoAmazônia o espaço para interagir, apresentar e potencializar seus negócios e realizar network com quem tem a mesma visão e preocupação", comentou Murilo Monteiro, diretor executivo da APDM e responsável pela interlocução com os participantes do evento. Atualidade A temática explorada pela ExpoAmazônia torna-se cada vez mais atual à medida que os impactos climáticos na região apresentam-se mais preocupantes, com períodos de secas que causam reflexos em diversas localidades da região, gerando prejuízos à natureza, à logística local e, principalmente, à sociedade amazônica. "A integração de segmentos de Tecnologia da Informação e Comunicação com o de Bioeconomia foi um dos motes iniciais da ExpoAmazônia em sua primeira edição, com foco em consolidá-los como vetores complementares e sustentáveis à atual matriz econômica local. As questões ambientais atuais que temos visto impactar fortemente a Amazônia reforçam a validade do que se discute e se apresenta na ExpoAmazônia, o que comprova a relevância ímpar do evento", informou Jeibi Medeiros, secretário-executivo da Secretaria de Estado de Desenvolvimento, Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti), uma das instituições organizadoras do evento. Organização A ExpoAmazônia Bio&TIC 2023 é uma realização da Associação do Polo Digital de Manaus (APDM), Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (Idesam), governo do Amazonas - por meio da Secretaria de Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti-AM) -, prefeitura de Manaus - por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi)-, e Centro de Bionegócios da Amazônia (CBA). Além de discutir, integrar, consolidar e alavancar os polos de Bioeconomia e de Tecnologia da Informação e Comunicação da região como dois vetores econômicos viáveis e sustentáveis para a manutenção da floresta Amazônica e para o desenvolvimento socioeconômico dos povos da Amazônia, a feira visa fortalecer os ecossistemas de Bio&TIC e integrá-los constantemente com os atores dos ecossistemas nacionais e internacionais de inovação. Vídeos mais assistidos do Amazonas

source https://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2023/10/11/segunda-edicao-da-expoamazonia-bioandtic-acontece-em-novembro-no-studio-5-em-manaus.ghtml
Postagem Anterior Próxima Postagem

Ads

Facebook