carnaval de ofertas

Quem era a fotógrafa que morreu após dar entrada em clínica para fazer procedimento estético no interior de SP


Roberta Correa tinha 44 anos e procurou a clínica de Cosmópolis na sexta-feira (9) para fazer endolaser. Familiares dizem que ela passou mal com anestesia e que o procedimento continuou mesmo assim; biomédica nega e afirma que prestou socorro imediato. Fotógrafa Roberta Correa morreu depois de dar entrada em uma clínica de Cosmópolis para fazer procedimento estético Redes Sociais Roberta Correa, morta nesta sexta-feira (13) após dar entrada em uma clínica para realizar um procedimento estético em Cosmópolis (SP), tinha 44 anos e era fotógrafa especializada em registrar casamentos. Casada e mãe de dois filho, ela era bastante conhecida na cidade e dirigia o setor de comunicação do Cosmopolitano Futebol Clube (veja a nota abaixo). De acordo com familiares, ela havia iniciado uma carreira como produtora musical há pouco tempo. “Infelizmente, nós perdemos uma vida. Uma pessoa fantástica, com muitos projetos, sonhos. A gente quer apurar o que aconteceu pra gente não deixar essa luz que a Roberta tinha se apagar desse jeito", disse a prima Paola Eliza Lück de Paula à EPTV, afiliada da TV Globo. 📲 Receba no WhatsApp notícias da região de Piracicaba Cosmopolitano Futebol Clube publicou nota de pesar pela morte de Roberta Correa Redes Sociais "A Família Cosmopolitana manifesta condolências ao marido, filhos, parentes e amigos da nossa diretora Roberta Correa, que, lamentável e precocemente, nos deixou. Altruísta, generosa, companheira, Roberta sempre estava à disposição para trabalhar pelo Cosmopolitano". "Sua personalidade alegre construía amizades verdadeiras e tornava maravilhosa a convivência com ela. De conduta exemplar, inspirava-nos a todos", publicou o time nas redes sociais. "À sua família, resta-nos expressar nossas sinceras homenagens, colocando à disposição nosso apoio e nossa solidariedade. O que nos cabe de agora em diante é honrar sua memória, tornando cada vez melhor este clube que Roberta tanto amava. Que lá do alto, ela continue a olhar por nós", completa. Mal estar após anestesia Fotógrafa Roberta Correa morreu depois de dar entrada em uma clínica de Cosmópolis para fazer procedimento estético Arquivo Pessoal De acordo com familiares, Roberta buscou a clínica na sexta-feira (9) para fazer um endolaser, técnica que usa laser para remover gordura localizada e diminuir a flacidez. Ela teria sentido um mal estar logo após a aplicação da anestesia, mas parentes dizem que o procedimento continuou até ela sofrer uma convulsão. A paciente foi levada para a Santa Casa da cidade, onde teve a morte confirmada. A família optou pela doação de órgãos e o velório está previsto para ocorrer na segunda-feira (16). Clínica onde Roberta Correa foi atendida fica no Spazio Di Bellezza Estevam, em Cosmópolis Reprodução/EPTV A biomédica Vanuza Aguilar Takata confirma que a paciente passou mal logo no início da aplicação do anestésico, que teria sido realizada por outra profissional devidamente habilitada, mas afirma que o procedimento sequer começou. Diz ainda que "o socorro foi prestado imediatamente e as profissionais colocaram-se à disposição para todas às necessidades e averiguações". Já a proprietária do imóvel onde ocorreu atendimento afirma que, como possui cômodos desocupados, alugou para outros profissionais de beleza, incluindo a clínica, e que cada um é responsável autônomo por sua prestação de serviço. Informou também ainda que a Vigilância Sanitária compareceu ao local e tomou medidas pertinentes à sala do atendimento. VÍDEOS: Tudo sobre Piracicaba e região Veja mais notícias sobre Piracicaba e região.

source https://g1.globo.com/sp/piracicaba-regiao/noticia/2023/10/15/quem-era-a-fotografa-que-morreu-apos-dar-entrada-em-clinica-para-fazer-procedimento-estetico-no-interior-de-sp.ghtml
Postagem Anterior Próxima Postagem