carnaval de ofertas

Profissão Repórter celebra 500 edições reencontrando crianças que passaram pelo programa


Reportagem percorre diversas cidades do Brasil para mostrar a vida de crianças que marcaram a história do Profissão Repórter. Assista à íntegra. Profissão Repórter celebra 500 edições reencontrando crianças que passaram pelo programa Comandado por Caco Barcellos, o Profissão Repórter atinge nesta terça-feira (10) a marca de 500 programas exibidos. Na edição comemorativa, a equipe percorre diversas cidades do país pelas quais o programa já passou para reencontrar crianças e histórias do passado e mostrar como estão atualmente. 📺 Programa 129 - Gravidez na adolescência Em 2011, no programa 129, o Profissão Repórter falou sobre gravidez na adolescência. Doze anos depois, Caco Barcellos retorna a Manaus para reencontrar Luciana Mota, que estava grávida aos 15 anos. Agora, a equipe é recebida também por Laís Hewelyn Mota, filha de Luciana, agora com 12 anos. Profissão Repórter celebra 500 edições reencontrando crianças que passaram pelo programa. Reprodução/Profissão Repórter Luciana conta que reatou com o pai da filha, mas acabou se separando um tempo depois, criando a filha sozinha. "Decidi que eu não queria isso para mim. Depois disso, foquei totalmente nos estudos", relata. Ela conta que a filha foi um divisor de águas em sua vida. "Ela foi um incentivo para viver, querer ser melhor, estudar para proporcionar um futuro melhor para ela". Veja a história das duas no vídeo abaixo: 'Ela foi um incentivo para viver, querer ser melhor', diz mulher que foi mãe na adolescência 📺 Programa 208 - Prematuro extremo Em 2014, o programa 208 do Profissão Repórter contou a história do Ravi, um prematuro extremo que nasceu antes de completar seis meses na barriga da mãe. Foram cinco meses acompanhando a rotina na UTI neonatal. Agora, Ravi já é uma criança com 10 anos e vive em São Paulo. Devido à condição no nascimento, Ravi cresceu com deficiência visual e, por isso, não enxerga na vista esquerda. Também teve hemorragia cerebral grau 3, mas não desenvolveu sequelas motoras. Hoje, ele mostra suas habilidades andando de skate, bicicleta e até tocando gaita. Veja mais no vídeo abaixo: Profissão Repórter se reencontra com prematuro extremo 10 anos depois 📺 Programa 64 - Doenças do coração Em 2010, o programa 64 mostrou a história de Bárbara Ferreira, que ainda era recém nascida e precisou de uma cirurgia no coração. Hoje, Bárbara tem 13 anos e disse que já viu o programa que relatou a sua história. O que ela mais gosta é que aparece o avô. Por conta da cirurgia, Bárbara vive até hoje com uma prótese na válvula pulmonar. Maria Aparecida, mãe de Bárbara, conta que quando a filha chegou aos 3 anos descobriu ter a Síndrome de Noonan, que além de afetar o coração, gerou uma má formação na coluna. Os médicos indicaram uma cirurgia, mas ela já está há quatro anos na fila. Ao longo de toda a infância, foram várias internações hospitalares. Mas, olhando para o futuro, ela conta que sonha em ser atriz e pintora. Veja mais no vídeo: Profissão Repórter reencontra criança que operou do coração nos primeiros dias de vida Em 2021, o programa voltou a falar do tema e contou a história da Lorena, que nasceu com uma miocardiopatia não compactada com comunicações interventriculares múltiplas, uma doença que deixa o coração cada vez mais fraco e cheio de furos. Dois anos depois, a equipe do Profissão Repórter reencontrou Lorena, agora com 7 anos. Ela ainda aguarda pelo transplante de coração e usa as redes sociais para conscientizar sobre a importância da doação de órgãos. Menina que espera por novo coração vira influencer na luta pela doação de órgãos 📺 Programa 46 - Concursos de beleza para crianças Em 2009, no programa 46, o Profissão Repórter embarcou no mundo dos concursos de beleza infantis. Beatriz Passos tinha 5 anos e participava do concurso Miss Brasil Infantil. Agora ela tem 20 anos e diz que quer seguir na carreira de atriz. "Eu sempre tive muito liberdade para escolher o que quero ou não fazer. Se eu quiser parar tudo para, de repente, fazer medicina, acho que com certeza eu teria apoio", conta. Para seguir o sonho, ela se mudou de Santa Catarina para o Rio de Janeiro e já participou de algumas peças de teatro, novelas e comerciais publicitários. 'Eu sempre tive muito liberdade para escolher', diz ex-modelo mirim sobre escolha de carreira A Giovanna Cordeiro, que também concorreu no concurso infantil, agora vive em São Paulo, tem 19 anos e mudou de área, se dedicando à gastronomia. Ela conta que aos 10 anos, a realidade do concurso já não fazia mais sentido em sua vida. Modelo mirim desistiu das passarelas aos 10 anos e seguiu outra carreira 📺 Programa 40 - Serra do Cafundó Em 2009, no programa 40, Caco Barcellos foi até a Serra do Cafundó e mostrou a casa da Pauliana Souza. Na época ela tinha cinco filhos e, agora, está esperando o 10º. Uma das filhas é a Janiela Gomes, agora com 26 anos. Casada, ela tem dois filhos e conta que não conseguiu concluir os estudos. Moradora da Serra do Cafundó reencontra equipe do Profissão Repórter após 14 anos Quando conversou com Caco Barcellos, ela comemorava seu aniversário de 12 anos e disse que nunca tinha ganhado um bolo de aniversário. Aos 26, ela diz que continua sem ter uma festa de aniversário. "Acho que só de ter alguma coisa para comer, para mim já é tudo. Tem muita gente que às vezes não tem nem isso para comer, tem muita gente sofrendo na rua e a gente deve agradecer a vida que a gente tem", conta. Veja a íntegra do programa abaixo: Edição de 10/10/2023 Confirma as últimas reportagens do Profissão Repórter:

source https://g1.globo.com/profissao-reporter/noticia/2023/10/11/profissao-reporter-celebra-500-edicoes-reencontrando-criancas-que-passaram-pelo-programa.ghtml
Postagem Anterior Próxima Postagem