Modelo brasileira desfila em Milão e celebra passarela com corpos reais: 'deixei a ideia de emagrecer pra modelar'


A modelo Maria Clara, de 22 anos, que nunca pensou que seria uma modelo, mora em Londres e participou da semana de moda em Milão. Ela entrou na passarela com a coleção da estilista Karoline Vitto, ao lado da supermodelo Ashley Graham. Modelo tocantinense desfila na Fashion Week de Milão Luz, câmera e pose! A fashion week (semanada da moda) é um espaço onde as novas tendências da moda são apresentadas e utilizadas por modelos de vários lugares do mundo, incluindo o Tocantins. Na última edição da Fashion Week de Milão, na Itália, a palmense Maria Clara Menezes, de 22 anos, brilhou ao fazer parte do elenco de uma coleção que celebrou a diversidade e apresentou modelos com 'corpos reais'. "Todo o final de semana foi extraordinário. Acho que até hoje eu não entendi o que aconteceu. Acho que até agora meu coração não conseguiu decidir se foi um sonho ou uma realidade, em que estou construindo uma carreira para mim. Acho que se eu tivesse parado para pensar no que estava acontecendo no momento eu teria me acabado de chorar", contou a modelo. Maria é uma modelo curvy, o que significa que em termos de moda, ela está categorizada no manequim entre 40 a 46. A coleção em que a tocantinense participou foi feita pela brasileira Karoline Vitto, com referências a cultura brasileira e até funk na passarela, além de ter contado com a presença da supermodelo americana, Ashley Graham e apoio da marca italiana Dolce & Gabbana. Maria Clara durante o desfile em Milão Reprodução/Daniele Oberrauch/Vogue Runway Aos 22 anos e já tendo visitado e trabalhado em Londres, França, Itália e Espanha, a jovem Maria nunca pensou que seria uma modelo profissionalmente. "Nunca tive vontade de ser modelo, mas sempre gostei de moda. Eu passei esse período da pré-adolescência, durante a formação de identidade, e não via pessoas como eu que seriam mulheres com manequim maior de 34. Sempre fui considerada uma criança gorda e nunca imaginei que esse seria um lugar para mim, então nunca cogitei essa hipótese durante muitos anos", contou. Modelo durante a prova de roupas em Milão Reprodução/arquivo pessoal/ Maria Clara A Fashion Week em Milão foi a primeira vez da tocantinense em um grande desfile. A coleção foi apresentada no dia 24 de setembro onde 30 modelos estiveram na passarela, sendo cinco brasileiras. As modelos ficaram em um espaço da Dolce & Gabbana, onde é feito o showroom (espaço utilizado para exibir produtos ou entretenimento). O local, como conta Maria, era 'coisa de filme'. "A gente entrou e assim... coisa de filme, com seguranças, o mármore preto, o nome da Dolce & Gabbana. Eu fiquei 'meu deus do céu onde é que eu estou?'. Tinha um jardim espetacular, aquelas casas com estilo italiano antigo. Uma coisa fora da realidade". Veja o desfile completo Inspiração Ashley Graham durante o desfile em Milão Reprodução/Daniele Oberrauch/Vogue Runway Maria só foi descobrir que a modelo Ashley Graham faria parte do elenco no dia do desfile. Ashley é uma modelo 'top 50'. A estadunidense está listada no site models.com, que nomeia as modelos que atingiram o auge da indústria da moda como Gisele Bündchen, Bella Hadid, Adriana Lima, entre outras. Uma lista que qualquer modelo deseja estar. A tocantinense explica que Ashley, além de ser destaque na indústria também teve um papel importante para a visibilidade de modelos curvy e plus size. "Descobri que a Ashley estaria no desfile durante o fitting (prova de roupa) quando vi a foto dela no elenco. A gente sabia que teria modelos do top 50 do models.com, mas não sabíamos que seria ela. A Ashley Graham é tipo a mãe de todas. Eu brinquei com as outras modelos de que a gente tinha que pedir bênção para ela, porque ela é nossa 'mãe'. O nível que ela chegou é difícil para qualquer pessoa chegar. Ela foi a primeira modelo curvy a trabalhar com moda high fashion, moda artística, ela é extremamente respeitada. Ela é uma super modelo". Elenco do desfile em Milão; coleção foi criada pela estilista Karoline Vitto Reprodução/arquivo pessoal/Maria Clara Por anos os corpos mostrados na indústria da moda eram inalcançáveis, com modelos extremamente magras, como as 'angels' da Victoria's Secret. Com o tempo, modelos com corpos cheios curvas, mais próximos das mulheres da 'vida real' foram ganhando espaço. O mercado ainda não trabalha com tanta diversidade quanto se deseja, por isso desfiles como esse de Milão são tão especiais. "Não foi uma experiência normal de Fashion Week porque estávamos muito, muito emotivos. Foi muito gigante até para acreditar. Quase todas as modelos choraram porque a oportunidade de ser criativa é tirada da gente. Somos boas para vender, mas não para fazermos aquela parte da moda que é arte, sabe? Editoriais nunca acontecem para gente, marcas ainda hoje nunca trabalharam com plus size, então aquele dia foi gigantesco para todas nós. Melhor do que a gente poderia sonhar". Carreira no Tocantins Primeiro ensaio fotográfico realizado no antigo prédio da Assembleia Legislativa Reprodução/Pedro Ícaro Antes de iniciar a carreira de modelo, Maria chegou a trabalhar com teatro e audiovisual. Em 2018, ela estudava direito na Universidade Federal do Tocantins (UFT) e próximo ao dia do aniversário decidiu fazer um ensaio fotográfico, com o cearense Pedro Ícaro. "Eu já gostava muito das fotos dele, então corri atrás dos figurinos de teatro da UFT. A gente tirou no antigo prédio da assembleia, abandonado. Depois disso em menos de seis meses apareceu um scouter [caça-talentos] no Tocantins, viu as minhas fotos e assim foi o meu primeiro contato com moda'. Na época Maria chegou a ter dúvidas se investia na carreira de modelo ou seguia estudando direito. Algumas experiências ruins a fizeram se questionar se seria levada a sério na indústria da moda ou não. Até que um desfile da Versace, uma marca de roupas famosa, chamou a atenção da palmense. "Pela primeira vez duas modelos midsize/curvy desfilaram para a Versace e foi quando o mercado realmente abriu e as pessoas passaram a perceber as modelos curvy como modelos também e colocando elas em evidência e aquilo mudou a minha cabeça. Então quando eu vi isso eu falei ' vou tentar'. E em três semanas, eu entrei em contato com uma agência em que seria a primeira modelo curvy deles. Foi um sinal. Finalmente deixei a ideia de emagrecer para modelar quando vi o desfile da Versace", contou. No início da carreira, a tocantinense chegou a contar com apoio de outra modelo, conterrânea, que apresentou uma nova agência a Maria. Em cerca de seis meses, a jovem teve que ajeitar toda sua vida para se mudar para São Paulo. Já em janeiro de 2022 passou a trabalhar integralmente como modelo e ganhar dinheiro com a função. "Já fiz provador recebendo só R$ 20 por seis horas de trabalho ou não recebendo nada porque eu queria pegar experiência, mas não acreditava tanto que chegaria em algum lugar. Achava que seria sempre assim, sabe?", disse. O que é modelo curvy, midsize ou plus size? Ana (à esq.), Karoline Vitto (centro) e Maria Clara (à dir.) Reprodução/arquivo pessoal/Maria Clara No mundo na moda, altura e quadril ditam muitas coisas. As modelos que fogem do padrão das famosas 'angels' muitas vezes são consideradas como plus size, todas, sem exceção. E colocar todas em um grupo só ignorar a diversidades dos corpos, além de contribuir com a pressão estética. Há pouco anos atrás, o mercado passou a fazer mais categorizações dessas modelos. As modelos curvy ou midsize, como a Maria, se enquadram em um manequim entre 40 a 46 e têm pelo menos 1,78 de altura. Enquanto que as modelos plus size são enquadradas com manequins acima das de midsize. Os tamanhos e definições mudam conforme país e especificações da indústria. Os novos termos passaram a ser incluídos na indústria depois que famosos e modelos questionaram o que seria o plus size e onde pessoas que não são magras ou gordas de encaixariam. Veja mais notícias da região no g1 Tocantins.

source https://g1.globo.com/to/tocantins/noticia/2023/10/22/modelo-brasileira-desfila-em-milao-e-celebra-passarela-com-corpos-reais-deixei-a-ideia-de-emagrecer-pra-modelar.ghtml
Close Menu