Cineasta é agredida ao defender amiga de assédio em casa de shows de BH: 'Quebrou a garrafa na minha cabeça'


Jovem relata que, durante evento no último sábado (14), homem tentou abrir a roupa da amiga. Durante discussão com assediador, outro homem fez ameaças de morte e jogou objeto. Cantora é agredida ao defender amiga de assédio em bar de BH: 'Quebrou a garrafa na minha cabeça' Arquivo pessoal Uma cineasta denuncia que foi agredida ao tentar defender a amiga de um assédio, no último sábado (14), em uma casa de shows no bairro Itapoã, na Região da Pampulha, em Belo Horizonte. Laura Ferrer, de 25 anos, sofreu um corte na cabeça depois de ser atingida com uma garrafa de vidro. A jovem relata que, durante o evento, um homem tentou abrir a roupa da amiga dela duas vezes. Na última tentativa, a mulher começou a discutir com o assediador, quando uma segunda pessoa apareceu, fazendo ameaças. "Ele veio para cima de mim dizendo que ele era "de matar", que "matava" e que ia me matar. Bem nessa hora, ele quebrou uma garrafa que estava em sua mão na minha cabeça", disse a cantora. Cantora foi atingida na cabeça com garrafa de vidro. Arquivo pessoal Ela conta que ficou tonta, começou a perder muito sangue e foi amparada pelos amigos, que a levaram para a parte externa do ambiente. Do lado de fora, o mesmo suspeito ainda ameaçou jogar outra garrafa. "Nessa hora também, todos os seguranças do local estavam próximos e vendo toda situação. Só na hora que alguns outros amigos saíram de lá de dentro para ir atrás do homem, ele fugiu. O único auxílio que a casa me deu foi de chamar a polícia, que demorou a chegar e eu não pude esperar, porque estava sangrando muito", afirmou Laura. Segundo Laura, o homem que tentou assediar a amiga dela permaneceu no local, "como se nada tivesse acontecido". A vítima pediu um carro de aplicativo e foi até o Hospital Risoleta Tolentino Neves, onde recebeu atendimento médico. Na unidade hospitalar, a Polícia Militar foi acionada e registrou um boletim de ocorrência. Até o momento, nenhum suspeito foi identificado. "Agora é tentar me recuperar e esperar que a justiça seja feita. O que eu puder fazer para que isso não se torne normal nesses tipos de ambientes, que nós mulheres possamos nos sentir seguras, eu vou fazer", concluiu a cantora. ✅ Clique aqui para seguir o novo canal do g1 Minas no WhatsApp O que diz a casa de shows Em nota publicada nas redes sociais, a casa de shows Central Pub BH disse que "todas as medidas cabíveis foram tomadas" durante o evento, acionando a PM e o Samu. O espaço também afirmou que entrou em contato com a vítima "para colaborar com o que for necessário, a fim de minimizar os danos", e que está empenhado para localizar o suspeito, "mobilizando as filmagens e as autoridades para que o agressor seja punido". O g1 procurou a Polícia Civil para saber mais detalhes do caso e aguarda retorno. Os vídeos mais assistidos do g1 Minas:

source https://g1.globo.com/mg/minas-gerais/noticia/2023/10/17/cineasta-e-agredida-ao-defender-amiga-de-assedio-em-casa-de-shows-de-bh-quebrou-a-garrafa-na-minha-cabeca.ghtml
Close Menu