".

VÍDEO: veja imagens dos locais onde aconteceram primeiros assassinatos da sequência de oito mortes em Pernambuco


Após mortes de dois policiais militares, suspeito e cinco pessoas da família dele foram assassinadas. Grávida e primo dela, de 14 anos, também foram baleados em tiroteio entre PMs e atirador. Casa onde aconteceu primeiro tiroteio que desencadeou a morte de oito pessoas em Camaragibe e Paudalho Iris Costa/g1 A sequência de crimes que resultou na morte de oito pessoas em Pernambuco, entre a quinta (14) e a sexta (15), começou na Rua Dias Martins, no bairro de Tabatinga, no município de Camaragibe, no Grande Recife. Foi neste endereço onde aconteceu o primeiro tiroteio entre Alex da Silva Barbosa e o soldado Eduardo Roque Barbosa de Santana, de 33 anos, e o cabo Rodolfo José da Silva, de 38 anos. O atirador matou os dois policiais militares, com tiros na cabeça. Nesse mesmo local, durante o tiroteio, ficaram feridos a grávida Ana Letícia e um primo dela de 14 anos. Ela perdeu a visão do olho esquerdo e está em coma, internada no Hospital da Restauração, no Recife. A família tem uma barraca de lanches na laje da residência e estava reunida no local para preparar comidas que seriam vendidas. Depois das mortes dos PM, cinco parentes do atirador foram assassinados — três irmãos, a esposa e a mãe. Em seguida, o próprio Alex morreu depois de trocar tiros com policiais (veja, mais abaixo, detalhes sobre como aconteceram os crimes). No vídeo abaixo, veja imagens do local onde aconteceu o primeiro tiroteio e a morte dos três irmãos: Veja local onde suspeito atirou em PMs e começou sequência de 8 mortes em Pernambuco ✅ Clique aqui para seguir o novo canal do g1 PE no WhatsApp. ⚠️O grupo antigo será desativado. Mesmo que você já faça parte da nossa comunidade, é preciso se inscrever novamente. LEIA TAMBÉM: Grávida feita de 'escudo' e tortura policial: saiba detalhes Cronologia dos assassinatos: dois PMs, suspeito e 5 parentes dele morreram Polícia ouviu cinco testemunhas e buscou imagens de câmeras Segundo a Secretaria de Defesa Social (SDS), os PMs mortos verificavam uma denúncia de que um homem estaria em cima da laje "dando tiros para cima numa comemoração". A laje fica na casa dos jovens baleados, mas, segundo a família, Alex da Silva Barbosa não esteve lá. Ele estaria treinando tiros em uma mata. Alex não tinha antecedentes criminais, segundo o secretário de Defesa Social Alessandro Carvalho, tinha uma arma de mira a laser que era registrada, pois ele era CAC (Colecionador, Atirador Desportivo e Caçador). O delegado Ivaldo Pereira, responsável pelo inquérito, disse que ouviu cinco testemunhas. Ele é gestor do Grupo de Operações Especiais (GOE) e contou que a polícia foi até o local dos confrontos em busca de imagens de câmeras de segurança e outros indícios dos crimes. Cronologia dos assassinatos em PE; dois PMs, suspeito e cinco parentes dele morreram em menos de 24 horas Entenda o caso Na noite da quinta-feira (14), os PMs Eduardo Eduardo Roque Barbosa de Santana, de 33 anos, e o cabo Rodolfo José da Silva, de 38 anos, foram até Tabatinga verificar uma denúncia de que um homem estava em cima de uma laje "dando tiros para cima em uma comemoração"; Alex da Silva Barbosa não tinha antecedentes criminais e tinha uma arma de mira a laser que era registrada, pois ele era CAC (Colecionador, Atirador Desportivo e Caçador); Ao ver os policiais se aproximando, ele teria atirado na cabeça de ambos. No tiroteio, ficaram feridos uma grávida de sete meses e um adolescente de 14 anos; No mesmo bairro, por volta das 2h da sexta-feira (15), três irmãos de Alex foram baleados por homens encapuzados: Ágata Ayanne da Silva, de 30 anos; Amerson Juliano da Silva e Apuynã Lucas da Silva, ambos de 25 anos; Ágata e Amerson morreram no local; Apuynã foi socorrido para o Hospital da Restauração, no bairro do Derby, no Recife, mas morreu no local; O crime foi transmitido ao vivo no Instagram; Na manhã da sexta, os corpos da mãe de Alex, Maria José Pereira da Silva, e de Maria Nathalia Campelo do Nascimento, 27 anos, esposa dele, foram encontrados num canavial em Paudalho, na Zona da Mata Norte; Horas depois, por volta das 11h, durante buscas da Polícia Militar, o suspeito Alex Silva foi localizado em Tabatinga, trocou tiros com o efetivo e foi morto. VÍDEOS: mais vistos de Pernambuco nos últimos 7 dias

source https://g1.globo.com/pe/pernambuco/noticia/2023/09/20/video-veja-imagens-dos-locais-onde-aconteceram-primeiros-assassinatos-da-sequencia-de-oito-mortes-em-pernambuco.ghtml
Postagem Anterior Próxima Postagem

Ads

Facebook