Na prática, fuga de Danilo Cavalcanti não deve mudar a pena dele nos EUA, mas pode piorar vida na prisão

O brasileiro deve ser acusado formalmente por esses outros crimes que cometeu desde que fugiu da prisão, mas como ele já era condenado à prisão perpétua, na prática sua pena não pode ser pior. Brasileiro preso nos EUA: veja cronologia da fuga até a prisão de Danilo Cavalcante Danilo Cavalcante, o brasileiro que escapou de uma penitenciária do estado da Pensilvânia, nos Estados Unidos, deverá ser acusado de novos crimes, mas, na prática, ele já é condenado à prisão perpétua e, por isso, não vai receber pena mais dura. ✅Clique aqui para seguir o novo canal do g1 no WhatsApp. ⚠️O grupo antigo será desativado. Mesmo que você já faça parte da nossa comunidade, é preciso se inscrever novamente. “Ele não pode receber uma pena mais séria do que a prisão perpétua”, diz Dan Bush, um ex-promotor do condado de Chester, hoje um advogado na firma Lam McErlane. O condado de Chester é justamente a região onde fica a prisão da qual Danilo fugiu no dia 31 de agosto. Ele foi condenado à prisão perpétua por ter matado a ex-namorada. As autoridades do estado da Pensilvânia fizeram uma grande operação, com centenas de agentes, para capturar o fugitivo. Ele foi preso depois de duas semanas. Nesse tempo, ele roubou casas, um carro e chegou a trocar tiros com um morador. O brasileiro deve ser acusado formalmente por esses outros crimes que cometeu. Sem pena de morte Bush diz que até existe, no papel, a possibilidade de pena de morte no estado da Pensilvânia, mas isso a só se aplica essa sentença no estado se o crime cometido for um homicídio, e Danilo não cometeu homicídio depois que fugiu. Além disso, apesar de, no papel, a Pensilvânia ainda ter a possibilidade de pena de morte, ninguém é condenado a morrer no estado há décadas. Vida na prisão No entanto, a vida dele na prisão deve piorar, afirma Bush. “Ele vai ser considerado um prisioneiro que representa um risco de fuga, e por isso não deve ter muitos direitos ao cumprir sua pena”. No presídio há algumas regras sobre o que cada prisioneiro pode fazer, e não serão dadas muitas Além disso, Bush também diz que os agentes penitenciários podem dificultar a vida do brasileiro nas prisões. O anúncio da prisão A caçada a Danilo durou 14 dias. O anúncio oficial da prisão foi feito pelo governador do estado da Pensilvânia, Josh Shapiro. Ele afirmou que ninguém ficou ferido e que não houve disparos de armas de fogo. O criminoso sofreu uma leve mordida do cachorro de um agente, disse Shapiro. A procura pelo brasileiro tinha virado uma dor de cabeça para centenas de policiais estaduais mobilizados na operação de busca, que também teve apoio do FBI (a Polícia Federal americana) e da agência federal US Marshals, especializada em localizar fugitivos. Danilo foi levado algemado a uma caminhonete preta blindada. Os agentes, equipados como soldados, fizeram fotos e vídeos com o fugitivo, que vestia uma camiseta cinza. Danilo Cavalcante, o brasileiro foragido nos EUA Pego de surpresa Os agentes queriam pegar Danilo de surpresa, disse o tenente-coronel da polícia da Pensilvânia, George Bivens. Mas isso não o impediu de tentar escapar: ele tentou se arrastar pela grama com seu rifle, antes de se dar conta de que estava cercado. Ele estava com o rifle que havia roubado de uma residência na segunda-feira. A fuga da penitenciária Danilo estava preso e condenado à prisão perpétua em agosto pelo assassinato a facadas da ex-companheira na presença do filho da vítima, em abril de 2021. Para escapar do presídio, ele conseguiu se esconder atrás de um muro do pátio e, depois, escalar agilmente dois muros paralelos, com os pés e com as mãos, até alcançar o teto. Sofrimento A mãe de Danilo, que mora no Brasil, disse ao jornal "The New York Times" que não ficou surpresa de ele ter conseguido fugir das autoridades americanas, como fez em seu país após supostamente matar um homem. "O treinamento dele foi sofrer", explicou Iracema Cavalcante ao jornal, descrevendo a infância pobre do filho. Ela também expressou desespero com a possibilidade de ele enfrentar a prisão perpétua nos Estados Unidos, afirmando que "é melhor morrer logo". No domingo, a polícia anunciou que o fugitivo havia mudado de aparência: tinha aparado a barba e o bigode com os quais aparecia na foto de procurado divulgada inicialmente. Danilo havia roubado uma van branca, que foi encontrada no domingo, aparentemente porque estava sem combustível. A polícia indicou que ele pediu ajuda a dois conhecidos, que avisaram as autoridades. A irmã dele, em situação irregular no país, foi detida. O brasileiro também é procurado por homicídio no Brasil e por isso fugiu do país. A primeira parada foi Porto Rico, onde obteve documentos falsos, antes de chegar ao nordeste dos EUA, segundo o jornal "Philadelphia Inquirer", que tem acompanhado o caso.

source https://g1.globo.com/mundo/noticia/2023/09/14/na-pratica-fuga-de-danilo-cavalcanti-nao-deve-mudar-a-pena-dele-nos-eua-mas-pode-piorar-vida-na-prisao.ghtml
Close Menu