Entenda o que levou Shein a escolher SC para produzir peças para venda no Brasil e no exterior


Informação foi divulgada pelo executivo, após um encontro entre o governador Jorginho Mello (PL) e a diretora de relações exteriores da empresa, Anna Beatriz Lima. Entenda o que levou Shein a escolher SC para produzir peças para venda no Brasil e no exterior Anna Lúcia Silva/Divulgação/Arquivo A varejista chinesa Shein oficializou a intenção de produzir suas peças de roupas nas empresas têxteis de Santa Catarina. A informação foi divulgada pelo executivo, após um encontro entre o governador Jorginho Mello (PL) e a diretora de relações exteriores da empresa, Anna Beatriz Lima. A reunião aconteceu na terça-feira (5). Segundo o governo catarinense, a logística de Santa Catarina, com portos, aeroportos e malha viária, foi um ponto forte para o avanço das negociações. A empresa não vem com a proposta de criar novas indústrias. Isso porque empresas locais do estado vão produzir os materiais. Eles serão vendidos para outros estados do Brasil e, também, para o exterior, conforme o governo. Inicialmente, foram mapeadas dezenas de empresas do setor têxtil, pela Shein, para permitir o trabalho. O governo não divulgou quando começam as operações no estado. Empresa que fez parceria com a Shein anuncia demissão em massa Shein fecha parceria com empresas de tecidos de MG Fundada na China e presente em mais de 160 países, a marca de fast fashion anunciou em abril deste ano que iria investir R$ 750 milhões no Brasil nos próximos anos para estabelecer uma rede com milhares de fabricantes do setor têxtil. A ideia é fornecer tecnologia e treinamento a esses fabricantes para que eles atualizem seus modelos de produção e adotem um formato sob demanda da empresa. Escolha O secretário de Estado do Planejamento, Edgard Usuy, acredita que a quantidade de empresas da cadeia têxtil espalhadas pelo estado tenha atraído a varejista chinesa. Ele destaca a "maturidade e a tradição do setor em Santa Catarina". "A Shein não vem com esse modelo tradicional de criar um grande parque fabril, e sim de identificar empresas que têm maturidade de gestão de tecnologia para que possam apoiar, incentivar, treinar e criar uma cadeia catarinense de produção dos produtos da Shein". Usuy destaca que essa pode ser uma oportunidade para empresas catarinenses internacionalizarem suas marcas, independente do tamanho do negócio. "Se eu sou um pequeno produtor com a marca x e que vou produzir Shein, eu posso continuar produzindo e vendendo a marca x pela plataforma deles também. Isso pode potencializar e aumentar o alcance das empresas daqui", explica. VÍDEOS: mais assistidos do g1 SC nos últimos 7 dias Veja mais notícias do estado em g1 SC

source https://g1.globo.com/sc/santa-catarina/noticia/2023/09/12/entenda-o-que-levou-shein-a-escolher-sc-para-produzir-pecas-para-venda-no-brasil-e-no-exterior.ghtml
Close Menu