Rio Branco adere a programa que fomenta turismo por meio da sustentabilidade


Objetivo com implementação da DEL Turismo é trazer turistas para conhecer a região. Encontro reuniu iniciativas públicas e privadas nesta quarta-feira (23). Capital é a 1ª do Brasil a aderir programa. Rio Branco adere a política de desenvolvimento do turismo na região Asscom/Fórum Empresarial de Rio Branco Desenvolver o turismo local por meio de estratégias sustentáveis e de longo prazo. Este é o objetivo do Programa DEL Turismo, desenvolvido pelo Fórum Empresarial de Inovação e Desenvolvimento do Acre. Nesta quarta-feira (23), Rio Branco aderiu ao projeto. Para treinar os articuladores nos municípios, o programa contratou o turismólogo e consultor Estácio Gonçalves. A meta, segundo a organização, é fortalecer a economia local e melhorar a qualidade de vida dos rio-branquenses. Segundo o presidente do Fórum, José Adriano, ultimamente houve um "apagão" no setor de turismo acreano, mas foi identificado, entre os setores, interesse em investir nesta área no estado. "O DEL Turismo é um programa que fomos buscar para auxiliar a estruturação e organização da infraestrutura do turismo do Acre. Infelizmente, não conseguimos atuar em todos os municípios por causa da logística mais complexa e dos compromissos que temos firmados com as principais. Mas hoje Rio Branco entra nesse mapa e estamos muito felizes com a adesão porque a gente fecha uma malha que é importante, em função da estrutura que temos de aeroportos e rodoviárias, para que a gente entre num compromisso de orientação para o turista para as outras cidades que estamos trabalhando, que é Assis Brasil, Epitaciolândia e Xapuri", destacou. Rio Branco passa a ser primeira capital do país a aderir ao DEL Turismo Asscom/Fórum Empresarial de Rio Branco O prefeito de Rio Branco Tião Bocalom também frisou sobre a importância do fomento ao turismo na capital. "Vejo que essa parceria com a DEL vai nos ajudar e nos orientar a correr atrás de alternativas para descobrir potencial no nosso município para atrair turistas, seja na área ambiental, de negócios, de eventos, enfim. Precisamos ter turistas aqui porque afinal de contas estamos na Amazônia, terra de Chico Mendes", complementou. O turismólogo Estácio Guimarães disse que pesquisas e entrevistas foram feitas para traçar os principais objetivos do fomento ao turismo local. Ele destaca ainda que Rio Branco tem singularidades capazes de potencializar este setor. "Durante o próximo ano, vamos trabalhar políticas públicas em conjunto com a iniciativa pública, privada e 3º setor para que possamos desenvolver o turismo de forma ordenada, gerando com isso grandes resultados para o município e mais do que isso, uma consciência turística e de preservação da natureza", comentou. Turismólogo destaca que Rio Branco é uma região com potencial turístico Asscom/Fórum Empresarial de Rio Branco Histórico do programa O primeiro município a implantar a iniciativa foi Epitaciolândia, em 2022, e atualmente trabalha com as Câmaras Técnicas de Cultura e Educação e de Sustentabilidade. Em janeiro de 2023, aconteceu a adesão dos municípios de Xapuri e Assis Brasil. Em Xapuri, os trabalhos são desenvolvidos pelas Câmaras Técnicas de Qualificação e Cultura e de Turismo e Sustentabilidade. E em Assis Brasil, as Câmaras Técnicas são as de Qualificação e Destino Harmônico e de Turismo e Sustentabilidade. Agora, o Programa DEL Turismo chega em Rio Branco para trabalhar em conjunto com as entidades públicas, privadas e a sociedade civil organizada, que unem esforços para o desenvolvimento do turismo sustentável na capital. Com a adoção, Rio Branco se torna a primeira capital do Brasil a trabalhar com o DEL Turismo. VÍDEOS: g1

source https://g1.globo.com/ac/acre/noticia/2023/08/23/rio-branco-adere-a-programa-que-fomenta-turismo-por-meio-da-sustentabilidade.ghtml
Close Menu