Ex-moradora de rua mantém restaurante com ajuda de usuários na Cracolândia: Não tem por que a mente estar vazia'

Segundo Ivanise Souza, seu estabelecimento no Centro de São Paulo também colabora com alimentação de dependentes químicos e moradores de rua. Ex-moradora de rua mantém restaurante com ajuda de usuários na Cracolândia: ‘Não tem por que a mente estar vazia' Os comércios são atingidos diretamente pelo avanço da Cracolândia, no Centro de São Paulo. Muitos, inclusive, fazem manifestações contra o chamado “fluxo”. Mas o restaurante de Ivanise Souza, ex-moradora de rua, vai no caminho oposto e oferece trabalho para os usuários. “Aqui eu reduzo muito meu uso. Distraio a cabeça, não estou na rua pedindo dinheiro, fazendo reciclagem. Estou ajudando ela, e ela me ajudando”, explica Renato Oliveira Júnior, de 32 anos, que é dependente de crack há cinco. Na última reportagem da série “Pra Onde, Brasil”, o Profissão Repórter mostrou nesta terça-feira (13) um dos maiores territórios de consumidores de drogas do mundo, a Cracolândia de São Paulo. Há mais de dois anos, os usuários que trabalham com Ivanise fazem pequenos serviços. “Está limpando, a gente está mexendo nas coisas. Então, não tem por que a mente estar vazia e ir procurar pedra”, comenta a dona de restaurante. Apesar da ajuda da empreendedora, Renato pede espaço à equipe do Profissão Repórter para usar crack. Confira as reportagens do programa:

source https://g1.globo.com/profissao-reporter/noticia/2023/06/14/ex-moradora-de-rua-mantem-restaurante-com-ajuda-de-usuarios-na-cracolandia-nao-tem-por-que-a-mente-estar-vazia.ghtml
Close Menu