Elba Ramalho divide palco com Juzé em tradicional show na véspera de São João em Campina Grande


Cantores dividiram o palco interpretando a música “É Proibido Cochilar”. Logo em seguida, Elba cantou “Olha Pro Céu Meu Amor” durante queima de fogos em celebração à São João. Elba Ramalho divide palco com Juzé em tradicional show na véspera de São João em Campina Grande Erickson Nogueira/g1 Nesta sexta-feira (23), véspera de São João, milhares de pessoas se reuniram no Parque do Povo, em Campina Grande, Agreste da Paraíba, para vivenciar o ponto alto das festas juninas. Ao som de Elba Ramalho como principal atração, a cidade celebrou com a tradicional queima de fogos. Antes da tradicional queima de fogos, Elba dividiu o palco com o cantor e compositor Juzé, que interpretou Totonho repentista na novela Mar do Sertão, da Globo, e cantaram juntos a canção “É Proibido Cochilar”. No palco, o cantor enalteceu a presença do público no Parque do Povo, que encheu os espaços da festa. “Eu ouvi dizer que quando fosse uma noite cultural aqui no Parque do Povo ia tá vazio. Campina não decepciona [sobre o espaço da festa estar lotado]. Esse palco aqui é sagrado, viu”, disse o cantor. Compartilhe no WhatsApp Compartilhe no Telegram A apresentação de Elba começou por volta das 23h, e a cantora trouxe no repertório canções que são características do forró, como “Ai Que Saudade D’Ocê”, “Anunciação” e “Vem Morena”. O show de Elba foi marcado por efeitos luminosos, brilho, cores, dança e performances de grupos folclóricos, como quadrilhas juninas. A cantora subiu ao palco com um “quipá”, chapéu característico da região Nordeste. Elba Ramalho no São João 2023 de Campina Grande Erickson Nogueira/g1 Milhares de pessoas encheram o Parque do Povo para celebrar São João ao som de “Olha Pro Céu Meu Amor”, na voz de Elba, que tradicionalmente marca a virada entre a véspera e o dia do santo junino, na cidade do Maior São João do Mundo. A queima de fogos durou cerca de sete minutos, segundo a organização do evento. No momento, uma chuva fina caiu sobre o Parque do Povo, o que deu uma elegância ainda maior para o momento, e o público que estava no local celebrou em sua plenitude o ápice da tradição nordestina. Nesta edição do São João de Campina Grande, uma temática que tem sido abordada pelos artistas é a inclusão e valorização de outros estilos musicais ao invés de maior espaço para o forró nas festas juninas. Elba se posicionou sobre o assunto relacionando à questão com a realidade de outras festas espalhadas pelo país. “Eu acho que a festa vai se modernizando, mas ela não pode se descaracterizar, afinal de contas, o São João é do forró, forró é de junho, junho é do forró. Eu priorizaria quase integralmente a nossa tradição. Agora, não sou eu que organizo, ou então você transforma isso aqui em uma festa multicultural. Vou deixar só uma questão no ar: tira o frevo de Olinda, tira o axé da Bahia e tira o samba do Rio de Janeiro, o que vai acontecer?”, opinou Elba Ramalho. Elba Ramalho no São João 2023 de Campina Grande Erickson Nogueira/g1 LEIA TAMBÉM: SHOWS: confira a programação completa do São João 2023 de Campina Grande SÃO JOÃO: saiba tudo sobre as festas juninas em 2023 na Paraíba CAMPINA GRANDE: o que fazer dentro e fora do Parque do Povo Amazan, Capilé e Sofia Gayoso: artistas nordestinos comandam véspera de São João no PP A noite de véspera de São João teve shows de artistas nordestinos no palco principal do Parque do Povo. Além de Elba Ramalho, também subiram ao palco Amazan, Capilé e Sofia Gayoso. Amazan no São João 2023 de Campina Grande Erickson Nogueira/g1 Amazan tem uma história bastante ligada ao São João de Campina Grande e também à cidade. Antes de subir no palco, relembrou que há três décadas teve uma de suas maiores alegrias no São João da cidade e na ocasião era Elba Ramalho quem também se apresentou na época. “Está fazendo 30 anos que eu tive a maior emoção nesse palco, e, por coincidência, era Elba Ramalho. Trinta anos depois eu volto a me encontrar com Elba Ramalho no mesmo palco, então a emoção é muito grande”, celebrou Amazan. Assim como Elba, Amazan também opinou sobre a participação de outros estilos musicais em festas juninas e disse que há espaço para todos os estilos na festa. “Tem espaço para todo mundo. Evidentemente é que a grande polêmica é que estamos numa festa junina, numa festa de São João, onde tradicionalmente foram os artistas nordestinos que fizeram essa festa acontecer. Se os organizadores acham que devem colocar outros artistas, quem somos nós para criticar”, disse Amazan. No show de Amazan, ele e sua sanfona foram um espetáculo agraciado pela fina garoa que caía sobre o Parque do Povo. Músicas como “É Hoje Que Eu Só Volto Amanhã”, “Como Antigamente” e “Me Enganei com Minha Noiva” animaram o público que começava a se instalar na área da festa. Capilé no São João 2023 de Campina Grande Erickson Nogueira/g1 Capilé encerrou a noite de véspera e já entrou se apresentando no dia de São João no Parque do Povo, em Campina Grande. Capilé começou a tocar nos bares de Campina Grande no final dos anos 1970 e viu com os próprios olhos a história do São João de Campina Grande. Primeiro, com o surgimento do Parque do Povo, em 1983, no lugar que antes era chamado de Coqueiro de Zé Rodrigues. Depois, com a definição dos 30 dias de festa e a criação da marca “Maior São João do Mundo”, abraçada pela população local até os dias de hoje. Capilé tocou a música tema da festa em cima de um caminhão, em 1985, ao lado da Pirâmide do Parque do Povo. E assim viveu a primeira de suas inúmeras participações no Maior São João do Mundo. Ao g1, no início de junho de 2023, ele explicou como aconteceu. “Botou um caminhão e alguma coisa de prêmio. Cheguei, tocamos uns 20 minutos e toquei aquela música ‘Capital Mundial do Forró’. Voltei para casa dentro do ônibus na maior felicidade do mundo”, disse. Capilé relembra início do São João de Campina Grande, que chega aos 40 anos: 'maior felicidade do mundo' Nesta noite, antes de subir ao palco, Capilé relembrou a construção da carreira em Campina Grande e a importância da festa junina da cidade. “Essa cidade [Campina Grande] me abraçou. São 40 anos de relação [com o São João da cidade] e eu só tenho a agradecer. Capilé canta a música tema da festa, “Xote, xaxado e baião”, que diariamente contagia o público no Parque do Povo. O cantor esbanjou carisma e empolgou o público que estava na festa, com músicas como “Arraial nas Estrelas”, “Capital Mundial do Forró” e outras versões de forró. Sofia Gayoso no São João 2023 de Campina Grande Erickson Nogueira/g1 A cantora Sofia Gayoso abriu a noite de shows no palco principal do Parque do Povo na véspera de São João. Natural de Campina Grande, a cantora subiu ao palco e cantou para o público diversas músicas de forró e mesclou com alguns estilos musicais. Após o show, Sofia não conteve a emoção e relatou que se apresentar no São João de Campina Grande é uma realização para sua carreira e viveu um misto de emoções. “Aqui é só amor. Eu tô ‘abestalhadinha’, é uma emoção muito grande, eu nunca imaginava estar vivendo esse momento aqui, porque eu sou de Campina Grande, então é uma emoção ainda maior”, explicou Sofia. Programação Neste sábado (24), dia de São João, o São João 2023 de Campina Grande terá apresentações de Fagner, Roberta Miranda, Garotinho e Fabrício Rodrigues. As apresentações no palco principal do Parque do Povo começam às 18h30 e seguem até as 3h. Vídeos mais assistidos do g1 Paraíba

source https://g1.globo.com/pb/paraiba/sao-joao/2023/noticia/2023/06/24/elba-ramalho-divide-palco-com-juze-em-tradicional-show-na-vespera-de-sao-joao-em-campina-grande.ghtml
Close Menu