Caso do submarino: corpos podem ficar no fundo do mar


Almirante da Guarda Costeira dos EUA afirmou que ainda não se sabe se haverá uma operação para resgatar os corpos. Submarino Titan: EUA falam em 'implosão catastróficas' e que não há perspectiva sobre encontrar corpos Na quinta-feira (22) foram encontrados destroços do submarino Titan, que implodiu durante uma expedição até os restos do Titanic. A Guarda Costeira dos Estados Unidos, que liderou as buscas, afirmou que os robôs que foram empregados na operação vão continuar no leito do mar para juntar mais evidências e tentar determinar o que aconteceu, mas, dada a natureza do acidente e das condições no fundo do oceano, ainda não se sabe se os corpos vão ser resgatados. O almirante John Mauger afirmou isso durante a entrevista coletiva. Um dos jornalistas fez uma pergunta sobre os corpos, e Mauger afirmou que não tinha uma resposta –ele então falou do ambiente “inclemente” no leito do mar. Os destroços do submarino estão a cerca de 500 metros do Titanic e em um local ainda mais profundo, a cerca de 4.000 metros da superfície. Nessa profundidade, a pressão da coluna d’água é muito forte e arriscada para mergulhadores. Além disso, há pouco visibilidade, porque a luz do sol não chega até o fundo e os sedimentos atrapalham as luzes artificiais. Portanto, localizar os corpos nessas condições é extremamente complexo. Há ainda correntes, o que significa que os corpos podem não estar parados, mas, sim, sendo levados de um local a outro. O desaparecimento do submarino Titan levanta questões sobre os riscos das expedições até os destroços do Titanic, no fundo do Oceano Atlântico ALAMY Implosão do submarino A empresa OceanGate confirmou que os cinco tripulantes do submarino que estava em uma expedição turística para ver os destroços do Titanic morreram. O submersível sumiu no domingo (18) e os destroços foram encontrados na quinta-feira (22). De acordo com a Guarda Costeira dos EUA, o veículo implodiu. Desaparecimento do submarino Confira, a seguir, um resumo com as principais perguntas e respostas sobre as buscas do submarino que desapareceu no Atlântico Norte. 🚢 Qual o objetivo da expedição? Ver os destroços do Titanic, que afundou em 1912, no Oceano Atlântico. 🧭 Onde estão os destroços do Titanic? A cerca 3,8 mil metros de profundidade, a 650 km da costa do Canadá. 💵 Quem organiza o passeio e quanto custa? A expedição é organizada pela empresa de turismo marítimo OceanGate Expeditions, que cobra US$ 250 mil (R$ 1,19 milhão) de cada passageiro. 🗓️ Quando o submarino desapareceu? A expedição começou na sexta-feira (16), partido de Newsfoundland, no Canadá. A descida propriamente dita teve início no domingo (18). A expectativa inicial era que demorasse cerca de duas horas para chegar aos destroços do Titanic, mas o módulo perdeu comunicação após 1 hora e 45 minutos de viagem. 🎮 Como era submarino? Chamado Titan, ele: tinha 6,5 metros de comprimento por 3 metros de largura; pesava mais de 10 toneladas e era feito de fibra de carbono e titânio; era guiado por um joystick que se parece muito com um controle de videogame; moveiase a uma velocidade de 3 nós (5,5 km/h) e é impulsionado por quatro propulsores; podia levar até cinco pessoas; e não era autônomo, como um submarino de grande porte, razão pela qual precisou ser carregado na superfície do mar por 643 km até a região da descida.

source https://g1.globo.com/mundo/noticia/2023/06/23/caso-do-submarino-corpos-podem-ficar-no-fundo-do-mar.ghtml
Close Menu