Caixa cancela leilão, e imóveis ocupados na Zona Sudeste serão doados a moradores em Juiz de Fora


A retirada das ofertas dos terrenos foi anunciada durante audiência pública na Câmara. Situação se arrasta há aproximadamente 35 anos e, agora, lotes serão regularizados. Audiência Pública discutiu a situação dos loteamentos da Caixa Econômica em Juiz de Fora CMJF/Divulgação Representantes da Prefeitura de Juiz de Fora, da Caixa Econômica Federal, da Procuradoria Geral do Município e moradores dos bairros JK, Parque da Lua e Jardim Burnier, na Zona Sudeste, participaram, na tarde desta quinta-feira (18), de uma audiência pública para debater o impasse envolvendo a regularização de imóveis ocupados no Loteamento Fundação Casa. Compartilhe no WhatsApp Compartilhe no Telegram Algumas das residências vinham sendo anunciadas em leilão organizado pela Caixa. Conforme informações do superintendente do banco estatal, Luiz Gonzaga Guedes Júnior, um encontro no começo da semana teria garantido a retirada imediata dos terrenos das ofertas de leilão. Já o presidente da Emcasa, Fabrício Zanoli informou que, tão logo o impasse seja resolvido, deve ser iniciada a regularização fundiária. “Os lotes já estão identificados. Precisaremos fazer uma conferência dos lotes e proprietários”, explicou ele. Comissão especial Proponente da discussão, o vereador Marlon Siqueira anunciou ainda a criação de uma comissão especial para tratar de regularizações. Durante a audiência também foram discutidas questões relacionadas ao pagamento do IPTU. “A PJF recebe a doação com o dever de dar o perdão dos IPTUs vencidos destes imóveis. E aí seriam feitas as regularizações das casas das pessoas”, defendeu o procurador geral do Município, Marcus Motta Monteiro. Problema de longa data O imbróglio começou no final da década de 1980, quando houve o começo da regularização das áreas remanescentes do loteamento pertencentes à antiga Serphau, loteadora, e incorporadas ao patrimônio da Caixa. Em 2006, a Caixa autorizou a doação das áreas para a Prefeitura. No entanto, a direção local estatal e o Executivo não concluíram os trâmites. Com isso, o processo de doação foi descontinuado. Como os terrenos são pertencentes à Caixa, algumas áreas foram colocadas em leilão em 2023. LEIA TAMBÉM: SANÇÃO: Novas regras para a presença de psicólogos em escolas entram em vigor em Juiz de Fora VIÇOSA: Prefeitura terá que pagar R$ 100 mil por não adotar medidas de combate ao Aedes aegypti MURIAÉ: Câmara cassa mandato de vereador suspeito de liderar associação criminosa 📲 Confira as últimas notícias do g1 Zona da Mata 📲 Acompanhe o g1 no Facebook e Instagram 📲 Receba notícias do g1 no WhatsApp e no Telegram VÍDEOS: veja tudo sobre a Zona da Mata e Campos das Vertentes "

source https://g1.globo.com/mg/zona-da-mata/noticia/2023/05/18/caixa-cancela-leilao-e-imoveis-ocupados-na-zona-sudeste-serao-doados-a-moradores-em-juiz-de-fora.ghtml
Close Menu